Prêmio Jack Adams: Brind’Amour, Evason e Quenneville são os finalistas da premiação

O Jack Adams Award é entregue ao melhor treinador da temporada da NHL

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Twitter: @LG_Martinelli Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Divulgação/NHL

A NHL anunciou nesta sexta-feira (11) os três finalistas do prêmio Jack Adams, ou seja, de melhor técnico da temporada 2020-21 da liga. Rod Brind’Amour (Carolina Hurricanes), Dean Evason (Minnesota Wild) e Joel Quenneville (Florida Panthers) foram os mais votados.

Os membros da NHL Broadcasters’ Association enviaram as cédulas com os seus votos ao fim da temporada regular, a fim de eleger o vencedor do Jack Adams. Dessa forma, os três mais votados no geral foram os finalistas do prêmio.

A liga vai anunciar os vencedores dos prêmios durante as semifinais e finais da Stanley Cup, com as datas e formato exato a ser divulgado posteriormente.

Confira como foi a temporada dos times dos treinadores finalistas do prêmio Jack Adams:

Rod Brind’Amour – Carolina Hurricanes

Sob a tutela de Brind’Amour, os Hurricanes terminaram a temporada regular com 36 vitórias, 12 derrotas e oito derrotas na prorrogação, totalizando 80 pontos. Pela primeira vez desde 2006-05, quando os Canes ganham a Stanley Cup, o time conquistou o título de divisão, nesse caso da Central. Além disso, o time foi à pós-temporada nas três temporadas que Rod Brind’Amour comandou a equipe. O Carolina Hurricanes se destacou na defesa assim como no special teams. Os Hurricanes tiveram a quarta defesa com menos gols sofridos (134) e terminaram em segundo lugar no aproveitamento no power play (85,2%) e no matando as penalidades (85,6% no penalty kill).

Brind’Amour tenta ser o primeiro head coach dos Hurricanes a conquistar o prêmio Jack Adams.

Dean Evason – Minnesota Wild

Em sua primeira temporada completa como técnico do Wild, Evason fez com que o time tivesse a melhor porcentagem de pontos da história da franquia (67%). Com campanha 36-15-6, o time de Minnesota terminou na 3ª posição da divisão Oeste, porém ficou atrás das equipes com mais pontos em 2020-21: Vegas Golden Knights e Colorado Avalanche, ambas com 82. O grande destaque do Wild foi ataque: o time teve a oitava melhor média de gols marcados (3,21) e esta por sua vez foi a melhor da história da equipe. Por fim, o Minnesota Wild chegou aos playoffs em sete das últimas oito temporadas.

Evason é o primeiro treinador do Wild a ser finalista do prêmio Jack Adams, posteriormente à conquista de Jacques Lemaire em 2002-03.

Joel Quenneville – Florida Panthers

Assim como Evason, Quenneville levou os Panthers a terem a melhor porcentagem de pontos da história da franquia (70,5%) e média de gols anotados (3,36) em 2020-21. Curiosamente, as duas melhores temporadas em gols marcados por jogo do Florida Panthers foram as últimas duas, quando Joel Quenneville assumiu o comando da equipe. O Florida terminou 2020-21 com a segunda posição na divisão Central.

Em segundo lugar na história liga no ranking de treinadores com mais vitórias na NHL, Quenneville é finalista pela terceira vez do troféu Jack Adams (e a terceira por um time diferente). Anteriormente, ele foi o ganhador em 1999-00 pelo St. Louis Blues e terminou em segundo pelo Chicago Blackhawks, em 2012-13. Todavia, ele pode ser o primeiro head coach dos Panthers a ganhar o prêmio.

LEIA MAIS

HART TROPHY: MACKINNON, MATTHEWS E MCDAVID SÃO OS FINALISTAS DO PRÊMIO

NORRIS TROPHY: FOX, HEDMAN, MAKAR SÃO OS FINALISTAS DO PRÊMIO

NHL ANUNCIA GABRIEL, RINNE E SUBBAN COMO OS FINALISTAS DO TROFÉU KING CLANCY