Rolou convite? Lisca abre o jogo e diz se foi procurado pelo Internacional

Emocionado, Lisca se despediu do América e agora está livre para assinar com qualquer outro clube

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reproducao/Instagram

Lisca decidiu deixar o América-MG após um ano e quatro meses à frente do time mineiro. Resultados ruins e atuações abaixo do esperado teriam motivado o treinador a encerrar o ciclo no Coelho. Tão logo a notícia foi confirmada, várias especulações quanto ao seu futuro repercutiram na mídia.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O Internacional, que está sem técnico desde a demissão de Miguel Ángel Ramírez, é apontado como um dos possíveis interessados em Lisca. Ele, porém, garante que nenhum convite foi feito até o momento.

“Não me procurou, não conversei com ninguém do Inter. Sou amigo do Paulo [Bracks – diretor de futebol do Inter], eu falei com o Paulo há uns 15 dias por conta do nascimento do seu filho, sequer conversamos sobre essa possiblidade. Não houve nenhum convite, ninguém me procurou. O que teve foi muita especulação, até fiquei feliz pois meu nome está sempre entre os lembrados quando os clubes trocam”, disse em entrevista à Rádio 98FM.

Livre no mercado, Lisca se diz tranquilo sobre qual será o próximo desafio da carreira. Ele afirma que se chegar algo do Internacional, as chances de um ‘sim’ são grandes.

“Eu recebi convites quando estava empregado, mas eu tinha um compromisso com o América. Agora, se houver convite (do Inter) é óbvio que há possibilidade, mas pelo que eu conheço da aldeia, talvez já teriam feito algum contato. Eu estou tranquilo, vou descansar e aguardar”, avaliou.

No comando do América, Lisca dirigiu o Coelho em 82 jogos, sendo 40 vitórias, 27 empates e 15 derrotas (aproveitamento de 60,4%).

LEIA MAIS: