Diniz comemora volta de Sánchez, mas pede atenção do Santos a erros

Peixe ficou no empate com o Grêmio nesta quinta-feira (24), pelo Campeonato Brasileiro, no retorno do uruguaio ao time

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos conseguiu o empate fora de casa com o Grêmio nesta quinta-feira, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Um jogo que ficou marcado pelo retorno de Carlos Sánchez aos gramados depois de se recuperar de lesão, sofrida em outubro passado.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O meia uruguaio entrou no segundo tempo e sua atuação agradou ao técnico Fernando Diniz. O treinador exaltou o retorno do atleta, um dos mais experientes do elenco do Peixe, e sua performance apesar do pouco tempo em campo na Arena gremista

“É um privilégio trabalhar com o Sánchez. Ele é um dos jogadores que eu mais admiro no Brasil. Voltou a jogar depois de quase um ano e nos ajudou com sua imensa categoria e presença em campo. É bom para o Santos e o futebol brasileiro”, disse Diniz.

Se a volta de Sánchez foi comemorada pelo técnico santista, Diniz no entanto não gostou de como o Santos acabou permitindo espaços defensivamente para as arrancadas gremistas. Mas, no fim das contas, o poder de reação santista acabou prevalecendo na avaliação do comandante.

“O jogo foi mais aberto que deveria. Pelo menos eu analiso isso da nossa parte. Produzimos bem ofensivamente, mas defensivamente oferecemos algumas chances que não aconteceram nos outros jogos e a gente tem que corrigir isso. Ofensivamente, a gente produziu bem e foi corajoso. Merecemos e fomos atrás do empate. A reação do nosso time é de se elogiar. Não se abateu e jogou para ganhar o tempo todo”, disse o treinador do Peixe.

LEIA MAIS

Mercado da Bola 2021: veja as principais transferências no futebol brasileiro nesta quinta (24)

Grêmio e Santos fazem bom jogo e ficam no empate

Jean Mota se interessa, mas Santos recusa proposta do futebol turco