Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Xavien Howard não participa do minicamp dos Dolphins

A fim de buscar um novo contrato, Xavien Howard está oficialmente de holdout

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Divulgação/Miami Dolphins

O cornerback Xavien Howard não foi à reunião dos minicamps obrigatórios do Miami Dolphins na manhã desta terça-feira (9). Dessa forma, Howard está oficialmente de holdout, com o objetivo de ter um novo contrato.

Durante a entrevista coletiva nesta manhã, o head coach Brian Flores abordou sobre a situação contratual de Xavier Howard. De acordo com ele, Howard não estaria no minicamp em decorrência dessas negociações.

“É bastante claro que é uma situação de contrato, sobre a qual conversamos internamente”, disse Flores. “X é uma situação um pouco única. Ele foi prorrogado e agora estamos falando de uma possível renegociação após um ano. Essas conversas se transformam em outras conversas mais longas. Nós entendemos isso. Obviamente tivemos muitas conversas sobre isso e vamos continuar a tê-las e mantê-las internas, mas é uma conversa única.”

Howard, que não apareceu em nenhum momento dos treinamentos voluntários neste ano, pode ser multado em mais de U$ 93 mil por não participar do minicamp obrigatório. Em princípio, são U$ 15.515 pelo primeiro dia perdido, U$ 31.030 pelo segundo e U$ 46.540 por perder o terceiro.

Na temporada passada, Xavien Howard liderou a liga em interceptações (10), a maior quantidade desde 2007, com Antonio Cromartie. Além disso, Howard terminou em terceiro na votação de Jogador Defensivo do Ano, ficando atrás de Aaron Donald (Los Angeles Rams) e T.J. Watt (Pittsburgh Steelers).

A situação de Xavien Howard é parecida com a de Stephon Gilmore

Semelhantemente a Stephon Gilmore, do New England Patriots, Xavien Howard está fazendo um holdout. O CB dos Dolphins assinou uma extensão de U$ 75,25 milhões em maio de 2019, do qual deve receber U$ 12,075 milhões em 2021 e U$ 49,325 milhões nos próximos quatro anos, ao passo que o corner dos Patriots assinou por cinco anos e U$ 65 milhões em 2017 – e deve receber U$ 7 milhões nesta temporada – e também não está participando do minicamp da sua equipe.

LEIA MAIS

Tua Tagovailoa afirma que o seu quadril está “10 vezes” melhor do que em 2020

Danielle Hunter assina novo contrato com Minnesota Vikings

Russell Wilson afirma que nunca pediu para ser trocado