Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ana Patrícia e Rebecca despacham chinesas no vôlei de praia

Dupla brasileira derrotou Wang e Xia, que estavam invictas em Tóquio 2020, por 2 sets a 0, e estão nas quartas de final das Olimpíadas

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Crédito: Miriam Jeske/COB

Ana Patrícia e Rebbeca estão ON! Em uma noite inspiradora e com poucos erros,  a dupla se classificou às quartas de final do vôlei de praia nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Em menos de uma hora, as brasileiras derrotaram com autoridade as chinesas Wang e Xia por 2 sets a 0, parciais de 21-14 e 23-21, e avançaram nos Jogos Olímpicos.

Essa foi só a segunda vitória de Ana Patrícia e Rebbeca nos Jogos Olímpicos. Na primeira fase, a dupla perdeu duas partidas e venceu uma, terminando entre as melhores terceiras colocadas. Assim, encaram uma das melhores duplas da competição. Até a noite deste sábado, Wang e Xia somavam três vitórias em três jogos, inclusive contra as brasileiras Agatha e Duda. Coube a Ana Patrícia e Rebbeca mandar as chinesas de volta para casa.

+Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Virada de chave

As chinesas escolheram focar os saques na Ana Patrícia. Depois de um placar mais equilibrado e disputado ponto a ponto no início do set, a dupla da China investiu nos saques em cima de Rebecca. As brasileiras erraram nas recepções e ataques, o que ajudou as chinesas a abrirem vantagem no placar: 7 a 3.

O Brasil pediu um tempo técnico, o que ajudou a dupla a se reconectar. A parada logo surtiu efeito: três pontos seguidos, um de bloqueio, um de ace e um de ataque. O jogo voltou a ficar equilibrado. Mas com uma sequência de bons saques, bloqueios e ataques precisos, Ana Patrícia e Rebecca abriram vantagem para fechar com folga em 21 a 14.

+Pódio do skate com Rayssa Leal é o mais novo da história das Olimpíadas

Equilíbrio e vitória

O segundo set foi mais equilibrado. As brasileiras começaram melhores, mas Wang e Xia buscavam a todo o momento a igualdade.  A China conseguiu virar, Ana Patrícia estava em um dia inspirador no bloqueio. Aliás, a brasileira com seu 1,94m de altura é a melhor bloqueadora da competição. 

O fim do set foi eletrizante: as duas duplas disputaram ponto a ponto, e o Brasil chegou a ter um set point quando estava 20 a 19. Mas Rebecca errou o saque. Depois disso, as brasileiras conseguiram mais dois set points até fecharem em 23 a 21.

LEIA MAIS:

+Brasil ainda tem chances de ganhar mais 20 medalhas nas Olimpíadas

+Pódio do skate com Rayssa Leal é o mais novo da história das Olimpíadas

+Rebeca ainda pode ganhar mais duas medalhas: veja datas e horários das finais da ginástica