Arana foca em vitória na estreia nas Olimpíadas, mas prega respeito pela Alemanha: “Camisa pesada”

Brasil terá a Alemanha como primeiro adversário na estreia das Olimpíadas de Tóquio

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Lucas Figueiredo / CBF

Na próxima quinta-feira (22), a seleção brasileira olímpica fará sua estreia nos Jogos Olímpicos. A busca pelo segundo ouro olímpico começa contra a Alemanha. Apesar de contar com apenas 18 jogadores, por conta de cortes na convocação inicial, os alemães chegam com uma seleção que pode dar trabalho. Por conta disso, Guilherme Arana deixa claro que o adversário será complicado e merece ser respeitado.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (19), o lateral-esquerdo falou sobre a ansiedade da estreia contra a Alemanha.

“Alemanha tem uma camisa pesada. Uma seleção com muitos títulos e temos que respeitar. Temos que manter nosso foco, pés no chão manter nossa humildade e fazer um grande jogo. Focar em fazer nosso papel e nosso trabalho para sair com a vitória, claro, respeitando sempre os adversários.

Ansiedade muito grande. Não conhecia o Japão ainda, realizei um sonho. É um país de pessoas incríveis. Não só eu como o grupo estamos ansiosos para estrear logo. Queremos fazer um bom trabalho nas Olimpíadas.”

Preocupação defensiva nas Olimpíadas

Por conta de cortes e vetos de alguns clubes, André Jardine irá disputar as Olimpíadas de Tóquio com uma defesa que não está acostumada a jogar junto. Os três atletas acima dos 24 anos (Santos, Daniel Alves e Diego Carlos) devem formar a defesa ao lado de Guilherme Arana e Nino.

O lateral do Atlético-MG entende que a defesa deverá ser o ponto principal a ser trabalhado, mas que a presença dos jogadores experientes pode fazer a diferença.

“Temos jogadores que são experientes, então isso ajuda a entender o que o professor quer para fortalecer na parte defensiva. Quanto menos  gols tomarmos, mais perto vamos estar da vitória. A defesa terá que ser sólida.”

LEIA MAIS:

Com Formiga no topo e cheio de brasileiras: Confira as jogadoras que mais vezes estiveram presente em partidas nas Olimpíadas

Olimpíadas de Tóquio: Onde atuam os jogadores convocados para defender o Brasil?