Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Borussia Dortmund fala sobre saída de Sancho: ” Ele que quis mudar e não estamos felizes com o valor”

Diretoria do Borussia Dortmund não ficou contente com valor recebido pelo jogador

Alexander Rodrigues
Redator no @AlemanhaFC, @Torcedorescom, ADM da página @futebolcomamor e torcedor do Feyenoord.

Crédito: Divulgação Twitter Oficial - @BVB

Com a confirmação da venda do atacante inglês Jadon Sancho para o Manchester United, o Borussia Dortmund veio a público falar sobre a transferência deixando transparecer a insatisfação pela perda de um dos seus melhores jogadores, mas também sobre o ganho financeiro para o clube alemão que recebeu 73 milhões de libras (quase 500 milhões de reais) pelo atleta.

Segundo a matéria do Daily Mail, o time da muralha amarela estava querendo vender Sancho por 108 milhões de libras (cerca de 739 milhões de reais), mas teve que aceitar a proposta, pois o jogador foi claro na sua vontade de deixar o clube nessa janela.

Nesta quinta-feira, 1, Hans-Joachim Watzke, CEO do Dortmund falou com a imprensa alemã sobre a saída do craque.

“Nós gostaríamos de mantê-lo, mas ele se comportou de maneira fantástica e isso faz a diferença quando alguém fala de forma clara e direta ou começa um motim ou uma greve. Nós estamos tristes por ele estar indo embora, mas com certeza nós encontraremos uma solução” – afrmou Watzke.

O novo treinador do Dortmund Marco Rose também lamentou a saída de Sancho.

“As qualidades de Jadon são imensuráveis. Todo treinador gosta de ter um jogador como Jadon Sancho. Nós sabíamos que por isso Jadon não estaria aqui para a próxima temporada. Nós tentaremos repôr ele e encontrar soluções criativas. Nós vemos oportunidades para essa reposição em certas posições” – afirmou Rose.

Leia mais:

Mercado da bola: Lenda francesa deixa Fiorentina

Manchester United mira estrela do Bayern de Munique caso Pogba deixe o clube

Mercado da bola: Borussia Dortmund quer joia inglesa do PSV para substituir Sancho

Juventus fecha com ex-Ferrari para administrar futebol do clube

Mercado da bola: Jogador se despede do Liverpool com menos de seis meses no clube

Eredivisie: Clubes racham com federação para criarem a Premier League holandesa