Botafogo terá de pagar dívida de R$ 400 mil a atacante do Náutico

Fogão tem dívida com jogador que teve passagem pelo clube entre 2018 e 2019; dívidas são sobre benefícios e salários atrasados

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Botafogo

O Botafogo sofreu mais uma derrota na Justiça nos últimos dias. O Glorioso foi condenado a pagar mais de R$ 400 mil ao atacante Kieza, hoje no Náutico, por dívidas mantidas pelo clube ao jogador no período em que este defendeu o Glorioso, entre os anos de 2018 e 2019.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Segundo o GE, a decisão é a recusa de um recurso com o qual o Fogão entrou para reverter uma decisão favorável ao jogador e proferida em outubro de 2020. A desembargadora da Justiça do Trabalho Rosana Salim Vieira Travesedo negou o recurso botafoguense e manteve a sentença para pagar Kieza.

O valor oficial do processo do atacante é de pouco mais de R$ 436 mil e engloba salário atrasado de abril de 2019, além do 13º e férias proporcionais de 2010. Além disso, a defesa de Kieza alega que o Botafogo não depositou o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) por três meses do referido ano (fevereiro, março e abril), além da cobrança de uma multa de 50% por ‘verbas incontroversas não pagas’ e multas baseadas em artigos da CLT.

A maior destas cobranças é de R$ 117 mil e vem da já referida multa e também do salário atrasado não pago. Todos os pedidos feitos pela defesa de Kieza foram aceitos pela Justiça, que deu provisão ao atleta para receber a dívida mantida pelo Glorioso. Ainda não se sabe se a decisão é a definitiva ou se cabe mais recursos.

LEIA MAIS

Botafogo espera anunciar novo técnico até segunda-feira; uruguaio é oferecido a diretoria

Brusque x Botafogo: Saiba como assistir ao jogo da Série B AO VIVO