Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasil perde para Fiji por 41 a 5 no rugby e está fora das Olimpíadas

Seleção brasileira feminina precisava vencer rivais por mais de 68 pontos de diferença para avançar nos Jogos de Tóquio 2020

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Confederação Brasileira de Rugby

A seleção brasileira feminina de rugby sevens precisava de um milagre para se manter nas Olimpíadas de Tóquio 2020. A equipe entrou em campo precisando vencer Fiji por uma diferença maior do que 68 pontos para chegar às fases finais. Mas o Brasil foi derrotado por 41 a 5 e deu adeus à disputa dos Jogos Olímpicos.

+Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Além de um placar largo, a seleção ainda precisava torcer para a França derrotar o Canadá por um placar muito alto. Isso permitiria que as brasileiras  ficassem entre as melhores terceiras colocadas.

O jogo

O Brasil começou a partida mais agressivo e com vontade de vencer. O time buscou o tempo todo a posse de bola para conseguir chegar ao ataque. O Brasil abriu o placar com um try marcado por Bianca Silva, em três minutos e meio de partida: 5 a 0. Na tentativa de conversão, a jogadora brasileira acertou a trave.

Mas Fiji retomou o controle do jogo e aproveitou os espaços deixados pela defesa da seleção brasileira. Ulunisau marcou três tries consecutivos e acertou duas conversões para colocar Fiji na frente: 19 a 5.

Ainda no segundo tempo, o Brasil foi advertido pela arbitragem sobre as faltas pesadas. No início do segundo tempo, Bianca Silva cometeu um falta muito dura e levou um amarelo. Assim, a seleção ficou com uma jogadora a menos. Fiji, então, aproveitou para ampliar o placar e chegou a 24 a 5.

Visivelmente cansadas, as brasileiras erraram muito e não impuseram dificuldades para o time asiático passar pela defesa. Isso ajudou para Ulunisau marcar seis tries, ou seja, 30 pontos. Ela ainda acertou mais duas conversões, totalizando 34 pontos. No fim, o time de Fiji ainda marcou mais um try para fechar o duelo em 41 a 5.

A campanha do Brasil

Na fase classificatória do rugby sevens, avançam às quartas de finais as duas melhores seleções de cada um dos três grupos e as duas melhores terceiras colocadas. O Brasil, comandado por William Broderick,, fechou a sua participação com três derrotas. A primeira foi contra o Canadá, por 33 a 0, e depois foi atropelada pela França por 20 a 5.

No último duelo, o Brasil foi superado por Fiji por 41 a 5 e não conseguiu se classificar às quartas de final de Tóquio 2020.

LEIA MAIS:

Olimpíadas: A agenda do dia 29/30 de julho, com estreia do atletismo e muitos brasileiros em ação

Rebeca ainda pode ganhar mais duas medalhas: veja datas e horários das finais da ginástica