Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasileira Fabiana da Silva perde no badminton e dá adeus às Olimpíadas

Atleta foi superada pela americana Beiwen Zhang (EUA) por 2 sets a 0. Ela se despediu dos seus primeiros Jogos Olímpicos no mesmo dia que completou 33 anos

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Foto: Fabiana da Silva perdeu as duas lutas no badminton e foi eliminada nas Olimpíadas de Tóquio 2020

No dia do seu aniversário, Fabiana da Silva recebeu um presente de grego no badminton. A brasileira de 33 anos lutou bravamente para se manter viva nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Ela precisava vencer Beiwen Zhang (EUA) para ainda ter chances de classificação. Mas a atleta não conseguiu superar a americana e perdeu por 2 sets a 0, parciais de 21-9 e 21-10. A partida disputada no Musashino Forest Sports Plaza foi válida pelo Grupo H.

Oriunda do Projeto Social Grael, em Niterói (RJ), Fabiana começou perdendo por 7 a 0 até conseguir marcar o primeiro ponto em um erro de ataque de Zhang. Com variações de movimentos em toda quadra, a americana abriu uma larga vantagem e venceu facilmente o primeiro set por 21 a 9.

+Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Início de set mais equilibrado

No segundo set, Fabiana começou sacando bem e mudou a sua postura em quadra. O confronto foi equilibrado e disputado ponto a ponto. A brasileira variou nos golpes e conseguiu se manter no jogo até o placar de 5 a 5. Depois disso, Zhang voltou a dominar, modificando principalmente o saque, o que a atleta de Niterói cometer mais erros e se distanciar no placar. No fim, a niteroiense perdeu por 21 a 10 e foi eliminada da competição.

Apenas a primeira colocada de cada chave avanças às oitavas de final. Na sua estreia, Fabiana da Silva acabou superada pela ucraniana Maria Ulitina por 2 sets a 0, parciais de 21/14 e 22/20. Com as duas derrotas, a brasileira terminou em último no seu grupo.

Ygor compete contra japonês

Outro brasileiro na modalidade é Ygor Coelho. O carioca nascido no Morro da Chacrinha, na Zona Oeste do Rio, enfrenta o japonês Kanta Tsuneyama, às 7h20 (horário de Brasília), também pela fase de grupos. O carioca disputa a sua segunda Olimpíada. O badminton brasileiro não tem representantes nas duplas mistas da modalidade.

Na sua estreia em Tóquio, Ygor venceu Georges Julien Paul, da Maurícia, por 2 a 0, parciais de 21 a 5 e 21 a 16.

LEIA MAIS:

Olimpíadas: Confira a programação de TV desta quarta-feira (28/07)