Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Clube europeu tem princípio de acordo com Borja, mas ainda tenta se acertar com o Palmeiras; veja o que falta

Boca Juniors e Besiktas são os principais interessados na contratação de Miguel Borja neste momento; futuro do jogador no Verdão segue indefinido

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação.

O atacante Miguel Borja segue com futuro indefinido após o término do contrato de empréstimo com o Junior Barranquilla, em 30 de junho. O atacante colombiano tem vínculo com o Palmeiras até dezembro de 2022, mas só será reintegrado ao elenco caso não receba nenhuma proposta de negociação. Além do Boca Juniors, que já manifestou interesse no atleta, o Besiktas, da Turquia, tenta contratar o artilheiro.

+ Estafe de Dudu tentou intermediar venda de Rony para os EUA para ‘abrir espaço’ para volta do ex-camisa 7

Segundo ‘TyC Sports’, da Argentina, Borja já tem um principio de acordo salarial com o clube turco, mas para a negociação ser concretizada, falta o acerto com o Palmeiras. De acordo com a publicação, o Besiktas ofereceu 3 milhões de dólares (cerca de R$ 15,3 milhões, na cotação atual) por 50% dos direitos econômicos do atacante, mas a diretoria Alviverde quer 4 milhões de dólares (R$ 20,4 milhões).

A negociação com Boca Juniors, que já se arrasta há algumas semanas, tem valores semelhantes. O clube argentino teria oferecido 3,8 milhões de dólares (R$ 19,4 milhões) ao Palmeiras pelos mesmo 50% dos direitos de Borja. A principal dificuldade da equipe Xeneize, no entanto, era o acordo salarial com o próprio jogador.

Ainda segundo a imprensa argentina, o Palmeiras entende que seria melhor ter Borja atuando no Boca Juniors, por entender que se trata de uma ‘vitrine’ maior para o jogador e, assim, o Verdão conseguir negociar os outros 50% futuramente. Vale lembrar que a meta Alviverde é recuperar o investimento de R$ 33 milhões feitos com o aporte financeiro na Crefisa para contratar o jogador em 2017.

Se não for negociado, Borja será reintegrado ao elenco do Palmeiras e ficará à disposição do técnico Abel Ferreira a partir de 1º de agosto, podendo jogador Campeonato Brasileiro e ser inscrito na Libertadores, caso o Verdão avance para as quartas de final.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

LEIA MAIS:
Palmeiras trata venda de Matías Viña como ‘questão de tempo’
Nome importante do Palmeiras não terá contrato renovado por Galiotte, que deixará decisão para sucessor

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes