Ex-atleta ironiza proibição de sexo nas Olimpíadas de Tóquio 2020: “É uma chacota, claro que vai rolar”

Organizadores dos Jogos de Tóquio 2020 não estão incentivando a prática sexual entre os competidores

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Arquivo COI

Por conta da pandemia e Covid-19, a organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 está fazendo de tudo para não incentivar a prática sexual entre os atletas durante o evento.

Tanto que nos apartamentos da Vila Olímpica foram colocadas camas anti-sexo. Além disso, não serão distribuídos preservativos aos competidores, como aconteceu no Rio 2016, por exemplo.

Mas vai dar certo? Para a ex-atleta alemã Susen Tiedtke, que participou de duas edições das Olimpíadas, esse esforço será em vão. Ela competiu na prova do salto em distância do atletismo.

“A proibição do sexo é uma grande chacota para mim, claro que vai rolar, não funciona de jeito nenhum. Sexo é sempre um problema na Vila Olímpica”, disse em entrevista ao diário Bild.

“Os atletas estão no auge de sua forma física nas Olimpíadas. Quando a competição termina, eles querem liberar sua energia. Existem as festas, e aí o álcool entra em jogo. Acontece que as pessoas fazem sexo e não tem jeito”, continuou.

Tiedtke participou dos Jogos de Barcelona 1992 e Sydney 2000, e em ambas as vezes teve experiências semelhantes.

“Você sempre escuta as festinhas dos outros, às vezes mal consegue dormir. Sexo sempre foi um tema muito importante, principalmente nos Jogos Olímpicos”.

Por fim, a ex-atleta alemã do salto em distância desconversou quando questionada se ela participava das festas sexuais nas Olimpíadas.

“Meu treinador era meu pai e ele era muito rígido. Se um rapaz quisesse sair comigo, teria que fazer 100 flexões primeiro. Eu tinha que me encontrar escondido, caso contrário, nunca teria conseguido”, finalizou Susen Tiedtke.

E MAIS

Veja como são as camas “anti-sexo” dos apartamentos na Vila Olímpica dos Jogos de Tóquio 2020

Aos 55 anos, Romário posta foto “saradão” e bomba na web

Ex-zagueiro é preso na Alemanha suspeito de incendiar uma casa