Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Veja como são as camas “anti-sexo” dos apartamentos na Vila Olímpica dos Jogos de Tóquio 2020

Organizadores de Tóquio 2020 não vão incentivar a prática sexual, diferente do que aconteceu no Rio 2016, que teve distribuição de preservativos aos atletas

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Divulgação / Tóquio 2020

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 serão disputados a partir deste mês de julho de 2021 e no meio da pandemia de Covid-19.

No Japão, a doença ainda não está controlada. O ritmo da vacinação ainda não é acelerado e os organizadores das Olimpíadas se preocupam com a saúde dos atletas.

Por isso, nos apartamentos da Vila Olímpica localizados no distrito de Harumi, na Baía de Tóquio, foram colocadas 18 mil camas que estão sendo chamadas de “anti-sexo”.

A ideia é que os competidores não pratiquem sexo no local. As camas foram feitas de papelão e são capazes de suportar o peso de apenas uma pessoa – ou até 200 kg, no máximo.

“Fizemos vários testes, como jogar peso nas camas. Enquanto a pessoa estiver reclinada, a cama deve ser forte o suficiente para suportar a carga” , disse um porta-voz da empresa que fabricou os móveis à imprensa local.

Como são feitas de papelão, as camas serão recicladas após os Jogos Olímpicos.

Diferente do Rio 2016

Nas Olímpiadas passadas, disputadas no Rio de Janeiro, a tendência foi diferente. Os organizadores do Rio 2016 distribuíram 450 mil preservativos na Vila Olímpica, o equivalente a 42 por atleta.

Em Tóquio, os japoneses não vão fornecer as camisinhas, justamente para não incentivar a prática sexual entre os atletas.

A Vila Olímpica é tradicionalmente um ponto de encontro dos competidores. A utilização do Tinder, aplicativo de paquera, costuma crescer consideravelmente entre os atletas durante a realização das Olimpíadas.

E MAIS

Aos 55 anos, Romário posta foto “saradão” e bomba na web

Ex-zagueiro é preso na Alemanha suspeito de incendiar uma casa

Rescisão com Danilo Avelar pode gerar “grande problema” ao Corinthians no futuro, diz especialista