Fifa volta a cogitar Copa do Mundo bianual; mudança pode afetar ‘novo’ Mundial de Clubes

Sonho da Fifa de realizar Copa a cada dois anos deve ser discutido por grupo de estudos; ex-técnico do Arsenal também defende mudanças no calendário de seleções

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Site Oficial da Fifa

Um velho sonho da Fifa pode voltar à tona no futuro. A entidade deve voltar a discutir a alteração na periodicidade da Copa do Mundo, que passaria a ser dos quatro anos entre as edições, obedecido desde seu começo em 1930, e que seria realizado a cada dois anos.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O jornalista Marcel Rizzo, do Uol Esporte, noticia que a proposta deve ser discutida numa comissão a ser criada pela entidade para isto. A mudança também vem na estreia de uma proposta feita pelo ex-técnico do Arsenal, Arsène Wenger, quanto ao futebol de seleções, que passaria a dedicar um período específico (de um a dois meses) para os jogos dos selecionados nacionais.

A proposta de Wenger serviria para tentar descongestionar o calendário e dar mais tempo para as competições de clubes. Atualmente, as datas-Fifa são espalhadas durante o ano, às vezes atrapalhando o calendário de alguns países (caso do Brasil). Quanto à Copa do Mundo bianual, a Federação da Arábia Saudita foi quem cogitou novamente a ideia, que circulou em anos recentes dentro da entidade.

A ideia seria realizar a Copa a cada dois anos como forma de também aumentar as receitas da entidade com o torneio. Para que a ideia seja aprovada, precisaria da aprovação das federações filiadas no Congresso da Fifa. O que se sabe é que a Confederação Africana (CAF) já teria o aval de seus filiados pela mudança de formato já para depois de 2026, quando o torneio será realizado na América do Norte.

Copa do Mundo bianual pode afetar Mundial de Clubes

Se o maior torneio de seleções tiver a periodicidade alterada, um outro projeto recente da Fifa pode até mesmo nem se tornar realidade: o novo formato de seu Mundial de Clubes, que a organização planeja alterar para 24 clubes, com maior presença de europeus e sul-americanos.

A tão esperada alteração no torneio era cogitada para acontecer já em 2021, mas a pandemia do coronavírus e as mudanças resultantes (Eurocopa e Copa América tiveram que ser adiadas) no calendário forçaram o adiamento do torneio, que seria na China. O novo formato do Mundial agora não tem uma data para ser oficializado,  já que a Copa de 2022 será próximo do final do ano por questões climáticas do Qatar, sede do certame.

Caso a Copa do Mundo seja alterada em seu período, o Mundial de Clubes poderia ter que continuar com o mesmo formato e datas, ao final do ano, sem a tão desejada alteração para abarcar mais equipes e receitas com o certame.

LEIA MAIS

Fifa se posiciona sobre possíveis mudanças radicais em regras do futebol