Após “sim” ao Flamengo, Renato revela por que descartou ofertas de Santos e Corinthians

Novo técnico do Flamengo fará sua estreia já nesta quarta, contra o Defensa y Justicia, pela Libertadores

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

O Flamengo apresentou na última segunda-feira (12) seu novo técnico para substituir o demitido Rogério Ceni. O escolhido para comandar o time até o fim desta temporada foi Renato Gaúcho, que estava livre no mercado da bola desde que foi demitido do Grêmio em abril.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Antes, no entanto, de aceitar a proposta de emprego do Rubro-Negro, Renato foi procurado por Corinthians e Santos, que então haviam demitido Vagner Mancini e Ariel Holan, respectivamente.

O treinador não aceitou nenhum das ofertas vindas dos clubes paulistas e explico o motivo.

Recusei o convite do Santos, o convite do Corinthians, agradeço, mas eu precisava de férias. No momento que eu descansei, apareceu o convite do Flamengo. E essa oportunidade sem dúvida eu peguei porque já descansei e estou realizando o meu grande sonho“, explicou o novo comandante rubro-negro em entrevista coletiva.

Renato já havia trabalhado no Fla, mas apenas como jogador. O ex-atacante defendeu o clube em três passagens nos anos 1980 e 1990.

Estilo de jogo do Flamengo sob o comando de Renato

O novo treinador flamenguista ainda revelou qual é o estilo de jogo que pretende fazer a equipe atuar no restante da temporada.

O Flamengo sempre joga para vencer. Eu sempre tive essa opinião. Coloquei os clubes que trabalhei sempre para frente, em busca da vitória. O clube que busca a vitória está mais perto da vitória do que da derrota. O Flamengo, sem dúvida, vai jogar pra frente. Cada treinador tem uma maneira de trabalhar, vou trocar umas ideias com os jogadores. Vou procurar botar em prática aquilo que acho que é melhor para o clube“, disse.

O primeiro desafio de Renato Gaúcho no comando da equipe rubro-negra já será nesta quarta-feira (14), quando o time enfrenta o Defensa y Justicia, na Argentina, em jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, que vai começar às 21h30 (horário de Brasília).

LEIA MAIS: