Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Flamengo x São Paulo registra confusão e policiais precisam conter os ânimos; assista

Após gol do Flamengo, o ambiente ficou tenso no Maracanã

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Em um jogo movimentado, o Flamengo atropelou o São Paulo por 5 a 1 e encerrou um longo tabu sem vitórias no confronto. Como se tratou de um confronto bastante agitado, o policiamento precisou ser acionado após Bruno Henrique marcar seu terceiro gol. Isso porque Alejandro Kohan, preparador físico do Tricolor, não gostou de uma provocação vinda do banco rubro-negro, e acabou sendo expulso.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Por conta do cenário, um grande bate boca teve início. Sendo assim,  Márcio Tannure, médico do clube carioca, se envolveu no conflito, e também levou cartão vermelho. Quando tudo parecia estar calmo, um integrante da comissão técnica do São Paulo jogou uma bola para bater nos atletas do Flamengo, e mais uma vez, e a confusão tomou proporção maior.

Veja abaixo o momento.

FICHA TÉCNICA – FLAMENGO x SÃO PAULO (BRASILERÃO)

Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Data: 25 de julho de 2021 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Gols: Arboleda, aos 2 do 2ºT (São Paulo); Bruno Henrique, aos 24, 27 e 32 do do 2ºT, Gustavo Henrique, aos 41 do 2ºT, e Welington (contra), aos 47 do 2ºT (Flamengo)
Cartões amarelos: Filipe Luís, Rodrigo Caio, Willian Arão (Flamengo); Alejandro Kohan, Reinaldo, Welington, Marquinhos, Rigoni, Benítez (São Paulo)
Cartões vermelhos: Márcio Tannure (médico do Flamengo); Alejandro Kohan (preparador físico do São Paulo)

Flamengo: Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Diego (Thiago Maia), Arrascaeta (Vitinho) e Éverton Ribeiro (Michael); Bruno Henrique e Gabigol (Pedro).

São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Bruno Alves; Igor Vinícius, Liziero, Nestor (Igor Gomes), Sara (Benítez) e Welington; Marquinhos (Pablo) e Vitor Bueno (Rigoni).

LEIA MAIS

As melhores notícias de esportes, direto para você