Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Grêmio nega reunião de torcedores com jogadores no CT do clube

Representantes da torcida estiveram no CT, mas dirigentes alegam que não houve reunião com os atletas

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O departamento de futebol do Grêmio nega que tenha feito reunião com as lideranças do protesto de torcedores realizado na última quinta-feira no CT Presidente Luiz Carvalho. O movimento, que reuniu aproximadamente 100 gremistas em frente ao local, resultou em um convite por parte do clube para conversar com três torcedores que coordenaram a ação. Contudo, Marcos Herrmann, vice de futebol, desmente que tenha sido com os atletas ou com ele próprio. “Eu não falei com ninguém. Nem os jogadores”, garantiu a reportagem.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

A negativa contradiz as informações de que ele, Herrmann, e Tiago Nunes estiveram frente a frente com os convidados. Conforme a versão, os três torcedores recepcionados pelo clube ouviram o pedido de apoio para o jogo do final de semana, algo que teria sido acatado pelas lideranças da torcida. Como resultado, ao fim da conversa, o protesto foi desmanchado. A centena de gremistas que estiveram no CT nem sequer aguardaram o final da atividade. Ainda assim, houve registros de pressão em atletas. Lesionado desde 2019, Léo Gomes, que se dirigia para casa após concluir o seu tratamento no joelho machucado, teve seu carro cercado no portão de saída. O atleta foi duramente cobrado pelos manifestantes.

O que pedem os gremistas?

O protesto dos torcedores foi marcado por palavras de ordem e pedidos de demissão do técnico Tiago Nunes. Porém, o treinador está garantido no cargo após uma reunião com a direção. Pelo menos até domingo. Nesse sentido, a continuidade da atual comissão técnica dependerá exclusivamente de uma vitória sobre o Atlético-GO na Arena. O próprio comandante falou sobre a conversa que teve com os dirigentes e sobre a necessidade urgente por resultados. Todavia, garantiu que a pressão que sofre não irá interferir no trabalho dos próximos dias. “A gente teve uma reunião muito transparente de uma hora. Futebol é feito de resultados. É uma questão de hombridade, entender o tamanho do clube que estamos, entregar um resultado que já passou na hora de se ter. Vamos dar o nosso melhor”, afirmou o treinador na última quarta-feira.

Leia mais:

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Pressionado, Tiago Nunes tem “carta branca” para mudar o time do Grêmio

Momento ruim do Grêmio trava renovação contratual de Ferreira

Grêmio tem sequência de lances bizarros contra o Juventude; assista