Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mercado da bola: Grêmio tem proposta milionária por atacante titular

Ferreira desperta interesse do mercado árabe, mas direção gremista nega acordo no modelo proposto

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio recebeu uma oferta do Al-Ain, dos Emirados Árabes, pelo atacante Ferreira. Entretanto, a direção gaúcha negou a quantia proposta pelo clube árabe, que poderia chegar a 11 milhões de euros. Ou seja, R$67 milhões. A oferta era 4 milhões de euros pelo empréstimo, mais seis milhões fixados para a compra dos direitos em definitivo. As informações são do jornalista Jorge Nicola.

O formato da negociação não foi aprovado pelo departamento de futebol, que optou pela recusa nas tratativas. Ainda assim, uma nova oferta não está descartada. Atualmente, Ferreira tem sido alvo de algumas especulações de mercado. O Dynamo de Kiev, recentemente, fez uma abordagem pelo atacante de 23 anos.

Ferreira está em meio a uma renovação de contrato com o Grêmio. As conversas estão paralisadas por conta da lesão do atleta e do momento da equipe. Conforme o departamento médico, a previsão de retorno do jogador é de duas semanas. Sem ter atuado com o técnico Felipão, o jovem vive a expectativa de uma valorização financeira.

Ferreira em baixa

O momento técnico do atacante de 23 não era dos melhores até a lesão. Contudo, a avaliação é que Ferreira sofre pela falta de confiança que abala as campanhas recentes do Grêmio dentro do Campeonato Brasileiro. Logo, uma retomada da equipe, no entendimento de todos, recuperará o bom futebol do jovem.

O atual vínculo do atleta com o clube se estende até dezembro de 2023. A renovação, caso seja concluída, deve ampliar o tempo do contrato. Atualmente, o Grêmio detém 50% dos direitos econômicos do jogador. Segundo informações, o representante do do camisa 11 tentou vender novamente parte dos direitos ao clube. A proposta foi rechaçada pelo departamento de futebol.

LEIA MAIS: