Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

NFL: Seis jogadores não assinaram extensão de longa duração após a franchise tag; confira a lista

Em resumo, foram 10 jogadores que assinaram a franchise tag, porém seis deles não chegaram a um acordo com os times. Sendo assim, eles vão receber apenas o valor estabelecido pela tag

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Rob Carr/Getty Images

Nesta quinta-feira (15), às 17:00 (Brasília), venceu o prazo para os times assinarem uma extensão de longa duração dos jogadores que receberam a franchise tag. Dessa forma, eles vão receber apenas o valor estabelecido pela tag. Isto é, a média salarial dos cinco jogadores mais bem pagos da posição ou 120% do salário no anterior (o que for mais lucrativo para o jogador).

Para a temporada 2021, 10 jogadores assinaram a franchise tag. Foram eles:

Allen Robinson (WR) – Chicago Bears

Brandon Scherff (G) – Washington Football Team

Cam Robinson (T) – Jacksonville Jaguars

Chris Godwin (WR) – Tampa Bay Buccaneers

Dak Prescott (QB) – Dallas Cowboys

Justin Simmons (S) – Denver Broncos

Leonard Williams (DL) – New York Giants

Marcus Maye (S) – New York Jets

Marcus Williams (S) – New Orleans Saints

Taylor Moton (T) – Carolina Panthers

No entanto, apenas quatro assinaram contrato mais longo com as suas equipes. Dak Prescott, Quarterback, assinou uma extensão de quatro anos e 160 milhões de dólares com os Cowboys. Leonard Williams, Defensive End, teve uma extensão contratual de três anos e 63 milhões com os Giants. Justin Simmons, Safety, teve o contrato estendido em três anos e 61 milhões com os Broncos. Por fim, Taylor Moton estendeu hoje mesmo com o Carolina Panthers, por quatro anos e 72 milhões.

Sendo assim, confira abaixo os jogadores que não assinaram a extensão de longa duração no prazo e o valor de suas respectivas franchise tags:

Lista de jogadores que não assinaram extensão de longo prazo

Allen Robinson (WR) – Bears: Robinson irá receber 18 milhões de dólares nesta temporada. Nas últimas duas temporadas com os Bears, o recebedor somou 2397 jardas e anotou 13 touchdowns. Porém, desde 2020, ele não consegue chegar a um acordo com o time de Chicago.

Brandon Scherff (G) – Washington Football Team: Scherff receberá 18 milhões em 2021. Curiosamente, esta foi a segunda temporada seguida em que o Football Team aplicou a tag nele.

Cam Robinson (T) – Jaguars: Robinson terá direito a 13,7 milhões nesta temporada. Apesar de não ter ido também em 2020, o tackle foi elogiado pelo novo Head Coach do time, Urban Meyer.

Chris Godwin (WR) – Buccaneers: Godwin receberá 16 milhões na temporada 2021. No ano passado, o wide disputou apenas 12 partidas, menor marca da carreira. Mesmo assim, ele teve a maior porcentagem de passes recebidos em sua direção na NFL (77,4%) e o segundo maior número, empatado, de touchdowns recepcionados (7).

Marcus Maye (S) – Jets: nesta temporada, Maye receberá 10,6 milhões. Em 2020, o defensor teve o melhor ano da carreira, estatisticamente falando. Só para ilustrar, ele teve 11 passes defendidos, duas interceptações, dois fumbles forçados, 88 tackles totais.

Marcus Williams (S) – Saints: Williams vai ganhar 10,6 milhões em 2021. Desde que foi draftado pelo time de New Orleans, no Draft de 2017, ele tem sido o titular na posição. Só para exemplificar, Williams iniciou todos os 60 jogos em que entrou em campo. Além disso, em quatro temporadas, ele tem 30 passes desviados, três interceptações e 246 tackles combinados.

LEIA MAIS

Quais jogadores receberam a franchise tag para a temporada 2021 da NFL

NFL: Bears e Allen Robinson não chegam a um acordo e o recebedor pode não ter contrato estendido