Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

NFL estabelece punições em caso de surtos de COVID-19 nos times

Em um memorando enviado para os clubes, a NFL alertou sobre consequências de surtos da doença causados por jogadores não-vacinados

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Doug Pensinger/Getty Images

A NFL informou os seus times nesta quinta-feira (22) que não irá prolongar a temporada 2021 caso haja jogos cancelados por causa de surtos de COVID-19 em jogadores não-vacinados.

De acordo com o jornalista Tom Pelissero, da NFL Network, a liga enviou um memorando para os times. Segundo o documento, se uma partida não puder ser remarcada dentro do período de 18 semanas da temporada regular devido a casos de COVID em atletas que não se imunizaram, o time causador do surto terá a partida cancelada e, além disso, a equipe será creditada com uma derrota.

Ainda, os jogadores de ambas as equipes não serão pagos pelo jogo perdido. E, por fim, o time responsável pelo cancelamento por causa de jogadores não vacinados vai cobrir as perdas financeiras.

Anteriormente, a temporada 2020 foi marcada por vários adiamentos de duelos, causando a marcação de partidas em dias incomuns.

Dessa forma, a liga está incentivando os seus jogadores a se imunizarem contra a doença. Há algumas semanas, foi divulgado que 68% dos atletas tinham tomado a vacina. Além disso, a NFL criou protocolos rígidos para quem não se vacinar. Por exemplo: os jogadores não-vacinados deverão ser testados diariamente e serão obrigados a usar máscara nas instalações do time.

LEIA MAIS

NFL: 68% dos jogadores já tomaram vacina para COVID-19

Regras de COVID da NFL causarão inconveniências para jogadores não vacinados