Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olimpíadas: Japonesa sofre lesão na clavícula após queda no BMX

Olimpíadas de Tóquio registraram poucas lesões até aqui, mas a queda da japonesa Sae Hatakeyama no ciclismo BMX elevou a gravidade das lesões

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Laurence Griffiths / Getty Images

A japonesa Sae Hatakeyama acabou sofrendo uma lesão grave depois de sofrer queda na disputa das quartas de final do ciclismo BMX nesta quinta-feira (29).

Após menos de um minuto do início da prova disputada por seis ciclistas, Hatakeyama acabou caindo após contato com as rodas de outra atleta, perdendo o controle da bike.

Hatakeyama estava disputando apenas a primeira corrida das quartas de final, mas acabou tendo que deixar a condição por não ter mais condições de competir.

Médica da atleta japonesa, Masahiro Sampei disse que Hatakeyama quebrou a clavícula esquerda com a queda, afirmando que a mesma está muito abalada com o ocorrido.

Hatakeyama era uma das maiores expectativas do Japão para as Olimpíadas

Uma das maiores expectativas da imprensa japonesa para as Olimpíadas de Tóquio, Sae Hatakeyama treina ciclismo desde aos quatro anos de idade. Aos seis, venceu uma competição.

O maior destaque do primeiro dia do ciclismo BMX feminino ficou por conta da colombiana Mariana Pajon. Confirmando o favoritismo, venceu as três corridas das quartas de final e avançou para as semifinais, que serão disputadas na sexta-feira (30).

LEIA MAIS