Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Com Mayra, judô chega a 24 medalhas para o Brasil na história das Olimpíadas; relembre todos os ganhadores

Bronzes de Mayra Aguiar e Daniel Cargnin consolidam judô como ‘rei’ das medalhas brasileiras em Jogos Olímpicos

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Júlio César Guimarães/COB

Na madrugada desta quinta-feira (29), Mayra Aguiar conquistou sua terceira medalha em Olimpíadas ao conquistar o bronze na categoria até 78kg ao vencer a sul-coreana Hyun-ji Yoon. Uma marca que a fez entrar para a história dos Jogos, do esporte brasileiro e do judô.

Primeira brasileira a conquistar três medalhas em três edições dos Jogos (já havia sido bronze em Londres-2012 e Rio-2016), Mayra também fez o judô chegar a sua 24ª medalha para o Brasil em Jogos Olímpicos, se consolidando como o principal ganhador de medalhas para o esporte brasileiro.

 

Antes de Tóquio-2020, o ‘caminho suave’ (como é chamada a arte marcial) tinha 22 medalhas e liderava a lista de esportes com maior número de conquistas. Mayra e Daniel Cargnin, também agraciado com o bronze, aumentaram o cartel dos judocas.

A primeira medalha do judô em Olimpíadas para o Brasil foi a de Chiaki Ishii, bronze na categoria até 93kg em Munique-1982. A primeira mulher a conquistar medalha para o país nos tatames foi Ketleyn Quadros, também bronze em Pequim-2008 (categoria até 57kg). Londres-2012 foi o Olimpíada de maior sucesso para os judocas brasileiros, com quatro medalhas.

Confira a lista de medalhas do judô brasileiro em Olimpíadas

Ouro

Aurélio Miguel (Seul-1988), Rogério Sampaio (Barcleona-1992), Sarah Menezes (Londres-2012) e Rafaela Silva (Rio-2016)

Prata

Douglas Vieira (Los Angeles-1984), Tiago Camilo (Sydney-2000), Carlos Honorato (Sydney-2000)

Bronze

Chiaki Ishii (Munique-1972), Walter Carmona (Los-Angeles-1984), Luís Onmura (Los-Angeles-1984), Aurélio Miguel (Atlanta-1996), Henrique Guimarães (Atlanta-1996), Leandro Guilheiro (Atenas-2004 e Pequim-2008), Flávio Canto (Atenas-2004), Ketleyn Quadros (Pequim-2008), Tiago Camilo (Pequim-2008), Mayra Aguiar (Londres-2012, Rio-2016 e Tóquio-2020), Felipe Kitadai (Londres-2012) e Rafael Silva (Londres-2012 e Rio-2016)

LEIA MAIS

Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo