Roberto Carlos é acusado de atrasar pensão novamente; ex-jogador já recebeu ordem de prisão no passado

Através de sua defesa, ex-jogador se defendeu das novas acusações e disse não ter sido notificado sobre ação penal

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Reprodução - YouTube - Canal 11

Ídolo do futebol brasileiro com passagens marcantes pelo Palmeiras, Corinthians, Real Madrid e Seleção Brasileira, o ex-lateral Roberto Carlos está sendo acusado de atrasar o pagamento de pensão de dois filhos que teve com Barbara Thurler. No ano de 2017, a mulher acionou a Justiça alegando atrasos nas verbas de natureza alimentar, que posteriormente foram quitadas pelo pentacampeão.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em entrevista concedida ao UOL Esporte, Barbara Thurler apontou um novo atrasos nas pensões e sinalizou que está nos Tribunais contra o ex-jogador. As acusações foram rechaçadas pelo advogado de Roberto Carlos, Fernando Pittner. Segundo o profissional, as pensões estão sendo pagas normalmente desde 2017, e citou que alguns atrasos podem ocorrer pelo fato do jogador morar na Europa, o que deixa o processo mais lento.

PROBLEMA NO PASSADO 

Em 2017, quando a polêmica veio à tona, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deu ordem de prisão para Roberto Carlos em função das dívidas acumuladas por pensão alimentícia. Na sequência, o pentacampeão evitou a detenção regularizando todas as pendências. Além dos dois filhos com Barbara, o ex-jogador ainda possui outros nove herdeiros, frutos de relações com outras mulheres.

PROBLEMA NO ENDEREÇO

Em contato com o UOL Esporte, o advogado de defesa de Barbara, Rodrigo Jorge, disse que Roberto Carlos não vem sendo encontrado nos endereços listados, e que os vencimentos da pensão não vêm sendo quitados em dia.

Três meses atrás, o Ministério Público do Rio chegou a solicitar a Barbara, caso ela soubesse, o endereço atual do ex-jogador.

“Eu fiz uma representação criminal contra ele em 2017, e fui com a mãe das crianças no MP, ela prestou os esclarecimentos. Em 2017 mesmo ele foi denunciado. Ninguém nunca tomou conhecimento disso, porque ele ainda não foi localizado para responder à ação penal. Só agora que a Barbara foi notificada para informar novo endereço dele, porque ele já foi caçado em alguns endereços aqui em São Paulo e não foi achado”, esclarece o advogado Rodrigo Jorge.

O posicionamento da acusação foi rebatido pelo advogado que representa o ex-jogador, que afirma jamais ter sido notificado sobre a citação apontada no processo movido por Barbara.

“O Roberto nunca teve ciência dessa ação penal, nunca chegou uma citação, e o que está havendo é uma tentativa de intimação do Roberto para que ele tome ciência dos fatos e apresente a defesa. O que chegou para a genitora foi: o juiz pediu para citá-la para que ela informe o endereço do Roberto”, diz.

“O Roberto Carlos é uma pessoa conhecida mundialmente, não está se escondendo de ninguém. Ele mora em Madri faz tempo, que seja citado por uma carta rogatória, pelo procedimento adequado. Se você quiser achar ele, é só ir em Madri”, disse o advogado do pentacampeão.

LEIA MAIS: