Seleção olímpica da Alemanha abandona o campo após insulto racista a zagueiro em amistoso

Zagueiro alemão Torunarigha foi vítima de insulto racial e os jogadores decidiram abandonar o campo no amistoso contra Honduras

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: DFB / Site oficial

A seleção alemã já está no Japão para disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e, neste sábado, entrou em campo para enfrentar Honduras em partida amistosa.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Vale lembrar que a Alemanha é a adversária do Brasil na estreia das Olimpíadas, na semana que vem.

Mas o duelo amistoso dos alemães não teve os 90 minutos disputados.

Já no final do jogo, o zagueiro Jordan Torunarigha, do Hertha Berlim, foi vítima de insulto racista e os jogadores da Alemanha decidiram abandonar o gramado.

“Se um dos nossos jogadores se sente insultado racialmente, não é uma opção continuarmos jogando”, disse o treinador Stefan Kuntz.

O amistoso foi realizado em Wakayama, no Japão, e foi encerrado aos 86 minutos, momento que o defensor sofreu o preconceito racial por parte de um rival.

Neste momento, o duelo estava empatado em 1 a 1. Douglas Martinez abriu o placar para Honduras, com Felix Uduokhai anotando o gol da igualdade.

O técnico Kuntz escalou esse time titular: Müller; Henrichs, Pieper, Uduokhai e Raum; Maier, Arnold e Stach; Richter, Kruse e Amiri. O zagueiro Torunarigha entrou no decorrer do jogo.

A estreia da Alemanha nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 será no dia 22 de julho, contra o Brasil. Depois encara a Arábia Saudita, dia 25, e Costa do Marfim, dia 28, fechando a fase de grupos.

E MAIS

Seleção alemã vive drama e viaja para Olimpíadas com apenas 15 jogadores de linha

Jogador do Kuwait bate recorde no futebol que está na mira de Cristiano Ronaldo

Ex-zagueiro é preso na Alemanha suspeito de incendiar uma casa