Tino Marcos revela apelido de Galvão Bueno e diz se já ficou “pistola” com o narrador

Ex-repórter da Globo teve parceria duradoura com Galvão Bueno

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Em entrevista ao canal “Camisa 21“, Tino Marcos falou sobre sua relação com Galvão Bueno. Apesar de jamais ter ficado irritado com o narrador, o profissional já ficou inquieto com a falta de brechas para dar informações durante as cobeturas da Globo, motivo pelo qual ele revelou qual o apelido do amigo.

“Não (briguei). Se eu já fiquei putaç*, fiquei na minha. Não falei nada. No máximo de querer falar e dar uma informação. ‘Ah, Galvão dá uma brecha, caramba!’. E ele falando. O apelido dele, não por acaso, é papagaio”, declarou.

Além disso, Tino Marcos comentou sobre a campanha “cala a boca, Galvão”, realizada na Copa de 2010. Ficando de fora do movimento, o antigo repórter da Globo acredita que o narrador soube conduzir a situação muito bem.

“Não entrei naquela campanha. Sou suspeito, tenho uma história de amizade, além da parceria profissional. Nunca quis dizer ‘Cala a boca, Galvão’. Ele reagiu muito bem“, completou.

Sobre sua vida após o desligamento da Globo, Tino revelou que sua saída ocorreu da melhor forma possível. Mesmo assim, ele sente saudades de estar no ar, algo que vem sendo amenizado com recordações do passado.

“Estou curtindo muito essa fase nova de descobertas e outros horizontes. Não tinha nenhum problema lá, queria que esse casamento acabasse sem discussão. E foi assim que aconteceu. Tenho saudade de ver uma matéria no ar, estou matando porque estão exibindo os VT’s das Olimpíadas e eu estou muito feliz pelo meu trabalho“, expressou.

LEIA MAIS

Justiça bloqueia contas bancárias de Galvão Bueno por dívida

Sormani critica possível substituto de Viña: “Palmeiras poderia buscar coisa melhor”