Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Valdivia ataca Alexandre Mattos e detona imprensa: “Sempre bate no Palmeiras”

Com polêmicas em duas passagens pelo Palmeiras, o meia chileno não terminou de forma agradável a relação com o dirigente

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

O meia chileno Jorge Valdivia relembrou a polêmica relação com Alexandre Mattos, diretor do Palmeiras, durante o programa “Arena SBT” desta segunda-feira (6). O ídolo alviverde afirmou que o dirigente “não é ninguém” para ele.

Mercado em CASA

Clique aqui para ter 50% off!

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Leia mais:

Abel de saída, troca por Galhardo e mais: veja os rumores do Palmeiras

Dudu causa problema interno em retorno ao elenco do Palmeiras


“Sem comentários. Tudo aquilo que ele possa falar de mim, eu não acredito. Quando eu tentei voltar para lá para fazer uma atividade na academia, ele que não deixou. Então, se ele fala bem ou mal, para mim tanto faz. É um cara que não me deixou nada e, para mim, não é ninguém.”, comentou.

Valdivia ainda falou sobre o tratamento da imprensa com o Palmeiras. “A imprensa sempre bate no Palmeiras, e é isso que eu gosto. Que bata. O Palmeiras sempre joga mal, joga isso ou aquilo, não mereceu ganhar e o Palmeiras vai lá e ganha. Sempre gostei disso”, afirmou o meia chileno.


Leia mais:

Hulk, Marinho e Diego Alves: 15 estrelas que podem deixar o Brasileirão

Após pedido de Jorge Sampaoli, jogador se despede de clube da Série A


Após duas passagens pelo Palmeiras, Valdivia ressaltou que gostaria de jogar no Campeonato Brasileiro novamente. “Acabei saindo do clube e agora eu estou esperando. Vontade (de voltar ao futebol brasileiro) sempre tem né, Benja? Porque o futebol brasileiro me deu tudo, a verdade é essa, eu fico muito grato ao país e se tiver chance de voltar, claro que eu seria feliz e gostaria muito de voltar”, completou.