Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Balanço no handebol: Brasil tem baixo desempenho em Tóquio

Seleções feminina e masculino fizeram campanhas ruins na fase de grupos e nem avançaram às quartas de finais das Olimpíadas

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Crédito: Gaspar Nobrega/COB

O handebol do Brasil não teve uma boa passagem nas Olimpíadas de Tóquio 2020. As duas seleções foram eliminadas ainda na fase de grupos e não tiveram a chance de chegar à fase final para lutar por medalha. Foi o pior desempenho do feminino desde Pequim 2008.

O time masculino foi o primeiro a se despedir dos Jogos Olímpicos, com apenas uma vitória em cinco partidas. Já a equipe feminina de handebol fez uma campanha quase parecida. O time somou só uma vitória, um empate e três derrotas.

+Boxe do Brasil faz sua melhor campanha em Tóquio 2020

Além disso, a ponta Alexandra Nascimento anunciou que não vai mais jogar pelo Brasil após a eliminação. A jogadora é uma das remanescentes do time campeão mundial de 2013. 

Grupo da morte no feminino

A seleção feminina do Brasil ficou no chamado “grupo da morte”, com seis grandes seleções. Mas apenas quatro avançavam. A equipe empatou com a Rússia, atuais campeãs mundiais, na estreia por 24 a 24. Depois venceu a Hungria por 33 a 27.

Na sequência, o time teve três derrotas: para Espanha (27 a 23), Suécia (34 a 31) e França (29 a 22). As brasileiras não ficaram de fora das quartas de final das Olimpíadas desde Pequim 2008. Nas últimas edições, ficaram em sexto lugar em Londres 2012 e em quinto no Rio 2016.

Já o time masculino fez uma campanha mais abaixo. A seleção brasileira estreou com derrota para Noruega por 27 a 24. Depois pegou a França (34 a 29), Espanha (32 a 25) e Alemanha (29 a 25).

A única vitória veio contra os Argentinos por 25 a 23, deixando a equipe na penúltima posição do Grupo A. Na Rio 2016, a seleção masculina chegou até as quartas de final e terminou em sétimo lugar. O Brasil não se classificou para jogar em Londres 2012.

LEIA MAIS:

Olimpíadas: Novos esportes e mulheres no boxe e na ginástica trazem medalhas inéditas ao Brasil

Olimpíadas: Boxe do Brasil faz sua melhor campanha em Tóquio 2020

Olimpíadas: Tiro com arco do Brasil iguala campanha da Rio 2016

Balanço das Olimpíadas: Badminton do Brasil teve resultado histórico, mas não foi longe em Tóquio 2020

Balanço da canoagem: Isaquias consagra o Brasil com ouro em Tóquio