Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Em alta no Ceará, Richard lidera duas estatísticas entre goleiros no Brasileirão

Goleiro vem se destacando no cenário nacional

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Felipe Santos/Ceará SC

São oito jogos sem derrotas e uma vitória no clássico contra o Fortaleza no último domingo (1), mas a boa fase cearense passa também por um jogador em especial, Richard. O goleiro lidera as principias estatísticas defensivas em sua posição, e ainda aparece entre os primeiros colocados em mais uma.

De acordo com números do SofaScore, Richard é o goleiro com maior porcentagem de partidas sem sofrer gols na Série A, em 60% dos jogos na competição, o atleta não foi vazado. Logo atrás, aparece Éverson que também já defendeu o Ceará, e até agora não sofreu gols em 50% dos jogos.

Richard ainda lidera mais uma estatística na sua posição, sofrendo apenas 0.70 gols por partida, novamente o segundo colocado é Éverson com 0.71 gols sofridos. Além de defenderem o vozão, curiosamente os dois atletas tem a mesma formação, ambos foram revelados pelo São Paulo. A dupla ainda disputam na quantidade de jogos sem sofrer gols, nesse quesito, o goleiro atleticano leva vantagem com 7 contra 6 do arqueiro cearense que atuou menos.

Por outro lado, a quantidade expressiva de partidas do Ceará sem levar gols, passa não só por Richard, mas também pelo um sistema defensivo bem construído do treinador Guto Ferreira. Sobretudo com as boas atuações do zagueiro Messias, vice-líder em cortes no Brasileirão. Atualmente a equipe é a sétima melhor defesa da competição.

CARREIRA

Como dito anteriormente, Richard foi revelado pelo São Paulo, ganhando notoriedade após uma grande atuação na conquista da Copinha de 2010. Aquela geração contava com nomes importantes como Willian Arão, Lucas Moura, Rodrigo Caio e Casemiro. Depois que deixou a equipe paulista, acabou rodando por vários times até se destacar na Série B pelo Paraná.

No Ceará era reserva de Fernando Prass, mas conquistou a vaga entre os titulares. Na última Copa do Nordeste, apesar do vice, terminou como um dos destaques.

LEIA MAIS

Olimpíadas 2020: 10 jovens jogadores do futebol masculino para ficar de olho

António Oliveira x Vojvoda: conheça as sensações desse começo do Brasileirão 2021