Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Era para ser! Primeira medalha da história de Burkina Faso vem no mesmo dia da independência do país

Fabrice Zango fez história por Burkina Faso em uma data bastante especial para o país da África Ocidental

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Tokyo 2020 / Site oficial

Hugues Fabrice Zango conquistou a primeira medalha de Burkina Faso na história das Olimpíadas. Na madrugada desta quinta-feira, o atleta levou o bronze no salto triplo do atletismo com a marca de 17,47m.

O mais curioso é que esse primeiro pódio acontece exatamente no mesmo dia da independência do país da África Ocidental, 5 de agosto.

Nesta data, no ano de 1960, Burkina Faso declarou sua independência da França. O país africano tem cerca de 21,5 milhões de habitantes e celebrou a medalha histórica em um dia bastante especial.

“Estou muito feliz por Burkina Faso porque hoje é o dia da independência do meu país e ganhei a primeira medalha pelo meu país”, disse o atleta de 28 anos de idade aos jornalistas na zona mista.

“O povo de Burkina Faso está muito feliz, todos estão felizes. Acho que vão fazer uma grande festa para mim quando eu voltar. Todos sonhavam com essa medalha olímpica”, continuou Fabrice Zango.

A medalha de ouro na prova de Tóquio 2020 ficou com o português Pedro Pichardo, enquanto a prata foi para o chinês Yaming Zhu.

Resultados expressivos

Zango chegou a Tóquio com boa perspectiva de subir ao pódio, já que vinha de uma boa sequência de recordes batidos na carreira.

Em setembro de 2019, por exemplo, o burkinense terminou em terceiro lugar no salto triplo no Mundial de Atletismo, se transformando no primeiro atleta do país a ganhar uma medalha no campeonato.

Já em janeiro de 2021, Zango bateu o recorde mundial do salto triplo indoor, fazendo 18,07m.

Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, no entanto, o atleta não teve uma boa performance e ficou apenas na 34ª colocação.

E MAIS

Atletas se chocam de forma assustadora no beisebol das Olimpíadas; veja o vídeo

Boxeador imita Mike Tyson e tenta morder orelha de rival durante luta nas Olimpíadas; assista

Chinês fatura ouro no levantamento de peso usando uma técnica nunca vista antes