Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mauro Cezar lembra veto do Palmeiras e ataca ‘imprensa paulista’ por reclamação após liberação de público em jogos do Flamengo

Mauro Cezar afirmou que existe uma “evidente” diferença de tratamento de integrantes da imprensa paulista no assunto envolvendo o Flamengo

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/YouTube

O jornalista Mauro Cezar Pereira ironizou a postura do Palmeiras em reclamar da liberação de público para jogos do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Em seu perfil no Twitter, o ex-comentarista da ESPN ainda disparou contra ‘alguns integrantes imprensa paulista’ e lembrou que a final da Libertadores 2020, conquistada pelo clube Alviverde contra o Santos, no Maracanã, em janeiro, contou com a presença de torcedores.

“Alguns integrantes da imprensa paulista são eloquentes ao criticar os dirigentes do Flamengo. Em muitas situações eles merecem, sim, também os critico. Mas nem sempre vejo a mesma ênfase quando a pauta envolve os dirigentes que, por exemplo, endividam os clubes do futebol de SP”, começou o comentarista.

“Se você nada disse quando Palmeiras e Santos decidiram a Libertadores diante de milhares de pessoas (com 13 dias de vacinação e 0,9% da população com a 1ª dose), por que a revolta com clubes de outros Estados que tentam aprovar presença de público hoje, sendo 20% com duas doses?”, questionou.

Mauro Cezar ainda citou uma diferença de tratamento “evidente” nas situações envolvendo clubes paulistas e o Flamengo. “Acho que a discussão sobre o público nos estádios agora, ou não, é válida é necessária. Mas a diferença de tratamento não é imperceptível, como podem imaginar. Ao contrário, ela é evidente”.

“No futebol paulista tem clube que busca apoio nas decisões polêmicas das autoridades para VETAR torcida visitante de time de outro Estado. E raros mídia local se manifestam contra tal postura. Pau que dá em Chico nem sempre dá em Francisco, ô meu!”, completou.

A polêmica começou quando o STJD atendeu ao pedido feito pela diretoria do Flamengo e concedeu uma liminar liberando a presença de torcida nas partidas em que o rubro-negro seja mandante em competições organizadas pela CBF nos estádios de cidades que derem autorização para a presença de público, como Brasília, que já recebeu a partida da equipe contra o Defensa y Justicia, pela Libertadores, com torcedores.

Pouco depois da decisão, o Palmeiras divulgou uma nota criticando a liberação do público. “O Palmeiras discorda integralmente da decisão que permitiu que apenas alguns clubes joguem com a presença de seus torcedores. A decisão atenta contra a integridade da competição, sua credibilidade e isonomia”.

“A propósito, é de conhecimento público que os clubes da Série A, conjuntamente, em reunião do conselho técnico, decidiram que a retomada do público nos estádios somente aconteceria após definição de seu colegiado e essa decisão deve ser respeitada”, finalizou o clube Alviverde.

Além do Palmeiras, outros clubes da Série A, como Internacional, Corinthians, Santos e Red Bull Bragantino também se manifestaram contrários a decisão do STJD.

LEIA MAIS:
Após intimar para a briga, Neto ganha na justiça processo contra apresentador Sikêra Jr
Ex-árbitro, Paulo César de Oliveira ‘responde’ Arnaldo Ribeiro após insinuações sobre a ‘Central do Apito’

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes