Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Paralimpíadas: Jessica Ferreira fica em 4º e quase sobe ao pódio no triatlo

A brasileira supera acidente doméstico há pouco mais de um mês para finalizar sua participação na classe PTWC com o tempo de 1h16min23 em Tóquio 2020

Marjoriê Cristine
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram

A brasileira Jéssica Ferreira Messali, terminou em quarto lugar no triatlo, classe PTWC, nas Paralimpíadas de Tóquio 2020. Na noite deste sábado (28/08), a triatleta paralímpica superou um acidente doméstico no início de julho para estar nos Jogos Paralímpicos. A paratleta finalizou a prova com 1h16min23.

Há pouco mais de um mês, Jessica Ferreira sofreu queimaduras de 2º e 3º graus nos pés em uma sauna. Hospitalizada, a triatleta  passou por dez cirurgias em 25 dias para a retirada de pele morta e a amputação de sete dedos e meio.

Na prova do triatlo em Tóquio 2020 ela quase conquistou um lugar no pódio. Jessica terminou a prova dos 750 metros da natação em 16min31 na décima e última colocação.

+Brasil está no top 10 do quadro de medalhas nas Paralimpíadas de Tóquio 2020

Do último ao quarto lugar

Na sequência, a brasileira fez uma prova de recuperação nos 20 quilômetros de ciclismo. Marcou 9min51 na primeira das quatro voltas de cinco mil metros e 10min cravados na segunda, ambas o quarto melhor tempo.

Ao finalizar a prova de bike, Jessica Ferreira já tinha assumido o oitavo lugar e ganhou mais posição após a australiana Emily Tapp colidir com uma das placas e abandonar.

+Paralimpíadas: Brasil soma 23 medalhas no 4º dia de competições; veja

Ouro por um milésimo de diferença

A melhor parte da prova foi na linha de chegada. Houve disputa acirrada entre Kendall Gretsch, dos Estados Unidos, e Lauren Parker, da Austrália. A americana cruzou apenas um milésimo de segundo à frente da rival para ganhar o ouro, com 1h06min25.

A australiana foi prata com o tempo de 1h06min26. A espanhola Eva Maria Moral Pedrero ganhou o bronze, com o tempo de 1h14min59

Leia também:

Paralimpíadas: mulheres do Brasil se destacam nos pódios do dia

Paralimpíadas: Silvânia Costa revela alívio ao ganhar o segundo ouro