Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente do Olimpia detona jogador do Flamengo: “deveria ter sido preso”

Flamengo e Olimpia voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (18), no Estádio Mané Garrincha

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

O meia Arrascaeta protagonizou um lance polêmico na goleada do Flamengo sobre o Olimpia por 4 a 1, em jogo de ida das quartas de final da Libertadores, na última quarta-feira (11). Em disputa de bola, o uruguaio acertou o rosto do lateral Victor Salazar, que foi parar no hospital.

Salazar deixou o campo de ambulância direto para o hospital, onde está desde então, e teve traumatismo craniano, perda de consciência e convulsão. Miguel Brunotte, que é presidente o Olimpia, reclamou da atitude da arbitragem perante ao lance e detonou Arrascaeta.

“Incrível a ação do árbitro, que não só não expulsou o jogador diretamente, ele deveria ter sido preso, e também deu a falta para o Flamengo”, reclamou Miguel Brunotte, em entrevista à rádio Urbana 106.9 FM, e ainda avisou: “Neste momento, o departamento técnico está armando um material, tentando ser o mais objetivo possível neste tema. Por sorte, há tecnologia, há filmagens, e vamos enviar com uma nota de protesto. Queremos fazer de forma profissional”.

Decisão da Libertadores

Jogando fora de casa, o Flamengo conquistou grande vantagem ao golear o Olimpia por 4 a 1. A partida de jogo de volta das quartas de final da Libertadores está marcada para a próxima quarta-feira (18), às 19h15, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

LEIA MAIS: