Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Vettel é punido e classificação do GP da Hungria sofre alterações

Alemão da Aston Martin é desclassificado por não concluir a prova com a quantidade mínima de combustível.

Matheus Maia
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação (Fórmula 1)

Quem pensava que as emoções do GP da Hungria deste domingo já tinham acabado, se enganou. Sebastian Vettel havia terminado a prova na segunda colocação mas foi desclassificado. O motivo: seu carro terminou a prova com apenas 300 ml de combustível e o mínimo permitido pela FIA é 1 litro. Como resultado dessa punição, Lewis Hamilton da Mercedes se deu bem, já que herdou a segunda colocação de Vettel e ampliou sua vantagem na liderança sobre Max Verstappen para oito pontos. E Carlos Sainz da Ferrari completou o pódio.

Outros pilotos também foram muito favorecidos com a desclassificação de Vettel. Fernando Alonso, companheiro de Ocon, subiu para quarto. Latifi e Russell, da Williams, subiram para sétimo e oitavo, respectivamente. Acima de tudo, esse resultado significa muito para a equipe inglesa. Além de subir no Mundial de Construtores, a Williams volta a pontuar com seus dois pilotos em uma corrida, fato que não acontecia desde o GP da Itália de 2018. Kimi Raikkonen da Alfa Romeo herdou um ponto.

CORRIDA MALUCA

Um dos momentos-chave da corrida aconteceu logo na largada. Com a pista molhada, Bottas perdeu o tempo da freada na primeira curva e atingiu Norris. O “strike” eliminou Leclerc, Perez, Stroll, além de Bottas e Norris. Como a pista estava quase seca, a maioria dos pilotos optou por trocar os pneus na relargada, com exceção de Hamilton. Como resultado, o heptacampeão relargou sozinho na pista, protagonizando um momento nunca visto na história da Fórmula 1. Ainda na relargada, Mazepin foi atingido por Raikkonen e abandonou a corrida.

Hamilton precisou parar para a troca de pneus, voltou em último e com isso, precisou fazer uma corrida de recuperação. Pilotos como Sainz, Latifi e Russell que haviam largado na parte intermediária, logo subiram para as primeiras colocações. O canadense da Williams chegou a passar boa parte da prova em terceiro lugar mas perdeu rendimento.

Sebastian Vettel e Esteban Ocon protagonizaram vários momentos emocionantes na disputa pela primeira colocação. O alemão tentou em alguns momentos mas não conseguiu a ultrapassagem. Verstappen que também foi atingido no início da corrida não conseguiu se recuperar e teve muitas dificuldades no decorrer da prova. Ocon dominou do inicio ao fim e venceu com méritos. A Fórmula 1 faz uma pausa de férias e volta apenas no dia 29 de agosto, com o GP da Bélgica.

LEIA MAIS

Esteban Ocon vence GP da Hungria e garante primeira vitória na Fórmula 1

Valtteri Bottas larga mal, erra freada e faz strike na largada no GP da Hungria