Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

NBA: Hawks assinam extensão máxima para Trae Young por cinco temporadas

Young disputou 63 partidas na temporada passada e levou o time do Atlanta para a final da Conferência Leste após três anos sem pós-temporada

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Scott Cunningham/NBAE via Getty Images

No final da noite desta segunda-feira (2), foi divulgado que Trae Young assinou uma extensão contratual com o Atlanta Hawks.

De acordo com o jornalista da ESPN dos EUA Adrian Wojnarowski, Young vai receber US$ 207 milhões. Dessa forma, ele vai receber o valor máximo de uma extensão de contrato de calouro.

Selecionado na quinta escolha geral do Draft de 2018, a estrela dos Hawks foi para o All-Rookie Team em 2018-19. Na temporada seguinte, Young foi pela primeira vez ao Jogo das Estrelas.

Porém, Trae Young brilhou mesmo em 2020-21. O armador teve médias de 25,3 pontos, 3,9 rebotes e 9,4 assistências nos 62 jogos que entrou em quadra. Com isso, ele liderou os Hawks aos primeiros playoffs depois de três temporadas. E, na pós-temporada, Young demonstrou o seu valor. Disputando 16 partidas, chegando até a final da Conferência Leste, quando foram derrotados pelo Milwaukee Bucks, teve 28,8 pontos por jogo, 2,8 rebotes e 9,5 assistências.

Sendo assim, com a extensão, Young se tornará agente livre em 2027, quando tiver 29 anos. Por fim, o salário vai chegar a US$ 207 milhões se for eleito para o All-NBA, ao passo que, se não conseguir o feito, receberá US$ 122 milhões.

LEIA MAIS

Trae faz partida histórica e os Hawks abrem 1 a 0

Trae Young está listado como questionável para o jogo 4, com hematoma ósseo