Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Anvisa alerta sobre situação de Willian e pede punição contra jogador do Flamengo

A Anvisa emitiu nota oficial se referindo aos jogadores que vieram da Inglaterra sobre as normas de saúde

Rubens Melo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians

A Anvisa emitiu em seu site oficial uma nota sobre a situação do meia Willian, recentemente anunciado pelo Corinthians. O atleta veio do Arsenal, da Inglaterra, e foi relacionado para atuar diante do Atlético-GO neste domingo (12), pela 20ª rodada do Brasileirão Série A. A entidade se pronunciou também sobre Andreas Pereira, meia contratado por empréstimo pelo Flamengo.

Oficias da Anvisa, foram, inclusive, ao hotel em que o Corinthians está hospedado na capital goiana. A fiscal do ministério da saúde que esteve no local informou que Willian pode ser preso caso atue na partida.

CONFIRA PARTE DA NOTA EMITIDA PELA ANVISA REFERINDO-SE A WILLIAN:

“O jogador Willian Borges da Silva, do time do Corinthians, que ingressou no Brasil com passagem pelo Reino Unido nos últimos 14 dias antes de sua chegada, está em período de quarentena, de acordo com o previsto pela Portaria Interministerial nº 655/2021.

Há informações de que o atleta jogará amanhã, domingo (12/09). Em Goiânia, no estádio Antônio Accioly, contra o Atlético Goianiense, descumprindo as regras sanitárias brasileiras.

Diante da informação constante na Declaração de Saúde do Viajante (DSV) do referido jogador sobre sua passagem pelo Reino Unido, a Anvisa emitiu, no aeroporto de Guarulhos, o Termo de Controle Sanitário do Viajante – TCSV no dia 01/09, informando sobre a obrigatoriedade de quarentena por 14 dias. O viajante tomou ciência e assinou o TCSV, comprometendo-se a cumprir as regras sanitárias vigentes no país.”

A Anvisa pede ainda a punição de Andreas Pereira, pelo fato do meia ter atuado diante do Santos:

“No caso do jogador Andreas Pereira, do Flamengo, a Anvisa teve conhecimento pela imprensa que o atleta foi escalado e jogou em Santos, no dia 28/08.

Neste caso, o jogador ingressou no Brasil no dia 20/08 e também preencheu o TCSV, com o compromisso de cumprimento das medidas sanitárias dispostas na Portaria 655/21, incluindo a quarentena obrigatória de 14 dias, por ter passado pelo Reino Unido nos últimos 14 dias antes da sua entrada no Brasil.

Diante dos fatos, a Anvisa comunicou o CIEVS local para adoção das medidas sanitárias cabíveis, no sentido de punir o jogador e os demais envolvidos na organização da partida, sem prejuízo da avaliação quanto à responsabilização civil, administrativa e penal dos envolvidos.”

A Anvisa interrompeu a partida entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias. A alegação do órgão foi de que quatro atletas da delegação argentina estava descumprindo as normas sanitárias do país. Com a interrupção e suspensão da partida, a FIFA ficou responsável por decidir o futuro do duelo.

VEJA MAIS:

Atacante do Grêmio rechaça propostas de compra para ajudar evitar rebaixamento do clube

Exagero? Edílson é contestado por cravar que clube deve garantir, no mínimo, vaga na Libertadores nesta temporada: “o futebol tá louco”

Casagrande faz alerta a Luan após votação para craque do jogo em transmissão e torcida discorda na web

Flamengo anuncia contratação do zagueiro David Luiz

Corinthians, Grêmio, Internacional… Veja quais times mais usaram a base no 1º turno do Brasileirão