Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Marinho cita “erro médico”, contesta o Santos e releva ofertas de dois rivais: “Preciso respirar”

Em entrevista, o atacante ressaltou que os dirigentes do Santos “não ofereceram um plano de carreira” e disse que não quer “sair de graça”

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Ivan Storti/Santos

O atacante Marinho revelou que pode deixar o Santos após o final do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira (7), em entrevista ao jornalista Ademir Quintino. Destaque na Libertadores em 2020 e Rei da América na mesma temporada, o jogador criticou a diretoria da Vila Belmiro.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

“Não oferecem um plano de carreira pra mim. Falei para ao presidente: quero estar focado aqui, mas depois do Brasileiro, no ano que vem, quero procurar algo pra minha vida”, afirmou Marinho, antes de ressaltar que não recebeu ofertas para renovação de contrato.

“Nesses dois anos, ninguém me chamou pra renovar. Quando perguntei sobre isso, disseram que não tinha condições. Vi Soteldo saindo, Luan Peres, Veríssimo, Alison, Pituca… por que eu não posso sair também?“, completou Marinho em live.

O atacante citou ainda propostas de Atlético Mineiro e Palmeiras recentemente, mas acabou ressaltando que está fechado com o clube até o fim da temporada. “Eu estou fechado até o fim do campeonato, e que o presidente pense um pouquinho. Não quero sair de graça”, afirmou.

“Se me bloquearem de novo, eu fico, mas nunca briguei. Continuei trabalhando. Certo (recebeu propostas de Palmeiras e Atlético Mineiro). Mas foram recusadas. Meu contrato é até o fim do ano que vem. Santos precisa continuar na primeira divisão e eu respirar. Faltou o titulo para mim. Se as propostas foram recusadas, é porque presidente não viu que era momento de sair”.

“Vou me dedicar até o último dia. E vamos ver sobre ano que vem. Se vier alguma situação, espero que o presidente pense também. Recebi proposta para ganhar muito dinheiro. Poderia colocar o clube na Justiça e não coloquei. Não é do meu caráter, eu respeito o clube. Não fiz e nem farei. Mas ficamos cinco meses sem receber. Nunca vou expor a instituição porque isso é chato. Eu não exponho o Santos aqui, mas sim uma situação. Eu precisava ter respaldo e não tive”, completou Marinho.

Marinho revela “erro médico” em cirurgia

O jogador revelou que passou por uma cirurgia após um erro médico em intervenção na perna esquerda. “Falaram que eu ia voltar em quinze dias, mas, cara, eu passei por uma cirurgia no dia 11 de agosto. Tive que abrir a perna, tenho cinco pontos. Então, eu fiquei recebendo críticas calado, porque o chinelinho aqui desaparece em momentos cruciais do clube. Mas é porque a gente não ganhou a Libertadores, porque se ganha, Marinho era o Pelé”, disse.

“Sim, claro (foi um erro médico). E não me respaldaram, disseram que eu voltaria em 15 dias. Hoje, voltei a treinar com o grupo, fiz uma parte do trabalho e tenho um ponto que não fechou ainda. Não tenho condição de jogar 90 minutos (contra o Bahia, no sábado). A princípio, faço trabalho de passe, alguns trabalhos pra chutar. Daqui a pouco vou estar de boa”, completou Marinho.

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 


LEIA MAIS:

Jade Picon fala pela primeira vez após boatos com Neymar: “A vida continua”

Icardi brasileiro? Veja os memes da história de Neymar com Jade Picon

Vampeta revela quanto ganhou para posar nu em revista e valor assusta

Vampeta surpreende e aponta dois jogadores da Série A que “fingem que jogam”

Fábio Carille confirma conversas com o Santos, cita o Corinthians e se defende: “Meu trabalho mostra diferenças”

David Luiz pode fazer pedido ao Flamengo para cumprir desejo na carreira

Jade Picon fala pela primeira vez após boatos com Neymar: “A vida continua”

David Luiz no Flamengo, Carille no Santos, Neymar provoca argentinos e futuro de Guerrero: as notícias de hoje (07)