Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Atlético-MG assina contrato com três atletas indicados por olheiro que descobriu atacante que está na Premier League

Galo faz trabalho de excelência na captação de jogadores por todo Brasil

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Atlético-MG

Antes de mais nada, o Atlético-MG vem se caracterizando em um dos clubes que mais investem em categorias de base. O Torcedores.com apurou que a ideia, para médio prazo, é se tornar uma referência no futebol brasileiro. E, com isso, superar rivais como Corinthians, Flamengo, Fluminense, Palmeiras e São Paulo.

Dessa forma, Atlético-MG acertou um pacotão de reforços que chega para integrar as equipes sub-13, sub-14 e sub-16. Ainda segundo apurou a reportagem, o zagueiro João Gabriel, o ponta-esquerda Erick Bruno e o ponta-direita Davi Gomes são as novas caras no Galo. A princípio, assinaram contratos de formação até setembro de 2024.

Os garotos foram descobertos pelo observador, Maurício Albuquerque, que faz a captação de jogadores no Rio de Janeiro. Contratado em abril, o profissional chegou ao Atlético-MG credenciado após trabalhar e no Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Flamengo, Vasco, entre outros.

Vale ressaltar que Maurício Albuquerque foi responsável por descobrir uma das maiores revelações do Flamengo nos últimos anos: Rodrigo Muniz. O centroavante de 20 anos precisou de 32 partidas e 10 gols para entrar na vitrine do mercado da bola.

Após se destacar com a camisa rubro-negra, Rodrigo Muniz foi vendido por 8 milhões de euros (R$ 50 milhões, à época) para o Fulham, da Inglaterra. Na Premier League, por exemplo, o garoto fez um gol em quatro pelo londrino.

Conheça os novos jogadores do Atlético-MG

zagueiro João Gabriel Almeida teve o desempenho analisado durante treinos e jogos na RS4 Academia. Canhoto, chamou a atenção pela antecipação, encurtamento da marcação, cobertura, visão de jogo, saída de bola, jogo aéreo e duelo defensivo.

Antes de fechar com o Atlético-MG, João Gabriel chegou a ser analisado por clubes como Botafogo, Flamengo e Fluminense. No entanto, a diretoria alvinegra agiu rapidamente nos bastidores e conseguiu garantir a contratação da promessa.

O ponta-direita Davi Gomes Alvarenga é cria do futsal do Fluminense. Entretanto, não conseguiu dar sequência à carreira no futebol de campo. Após deixar o Tricolor das Laranjeiras, o garoto passou pelas divisões de base do América-RJ onde foi destaque na sua categoria.

Ambidestro, Davizinho, como é chamado por seus companheiros, se destaca pela velocidade, habilidade, drible curto, cruzamento, visão de jogo e finalização de média à longa distância. Antes de acertar com o Galo, chegou a estar no radar do Palmeiras.

Erick Bruno é ponta-esquerda. Ele despertou interesse do clube mineiro após se destacar em um projeto social que atende crianças carentes em Piabetá, distrito de Magé, na Baixada Fluminense.

O garoto é arisco por causa do raciocínio rápido em campo. É capaz de driblar o adversário com facilidade em um espaço curto, sua habilidade o torna difícil de ser desarmado, enquanto a velocidade do atleta sobressai quando tem brecha para disparar em direção ao gol. 

LEIA MAIS:

Mercado da bola: Internacional monitora situação de atacante do Botafogo; veja os detalhes 

Clube francês tenta comprar direitos de zagueiro do Flamengo 

Atlético-MG: Falha de Nathan Silva contra o Palmeiras não diminui interesse de clube russo