Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Atlético-MG repudia conduta do Flamengo e acusa clube carioca de ação “dissimulada e ardilosa”

Flamengo cobrou punição severa e Atlético-MG rebateu o Rubro-Negro

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Pedro Souza / Atlético

Concorrentes ao título do Brasileirão, Atlético-MG e Flamengo, antes de se enfrentarem pelo segundo turno, vêm trocando farpas nas redes sociais. Dessa forma, como Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do time carioca, cobrou “perda do mando de campo e punição severa” após a suposta tentativa de invasão ao VAR de Rodrigo Caetano, diretor do Galo, o clube mineiro desaprovou a conduta.

“O Clube Atlético Mineiro manifesta repúdio às seguidas declarações de dirigentes e lideranças do Flamengo, como a feita hoje, pelo vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee, em sua conta no Twitter. Nela, de forma dissimulada e ardilosa, ele afirma que dirigentes do Galo tentaram invadir a sala do VAR (no jogo Atlético x Santos, no último dia 13, no Mineirão), e pede punições ao Clube e aos dirigentes (a quem chama de agressores), em face dessa suposição. É necessário que haja responsabilidade e bom senso nas manifestações de dirigentes, para que não se instale um clima de beligerância e acusações infundadas”, afirmou o comunicado.

Além disso, mesmo com o relato na súmula, o Atlético-MG negou que Rodrigo Caetano tenha interferido na sala do VAR. Sendo assim, a diretoria promete agir com rigor sobre ações consideradas mentirosas e que envolvam o nome da equipe

“Não houve, por parte do diretor de Futebol do Galo, Rodrigo Caetano, qualquer tentativa de invasão à sala do VAR, tampouco de outro dirigente da nossa equipe. As afirmações são mentirosas e seus autores responderão pelos seus atos, no tempo próprio. O Atlético agirá com firmeza contra todos que proferirem declarações mal-intencionadas, e que se prestam unicamente a prejudicar o bom desempenho esportivo do Galo. O tempo de manobras extracampo e favorecimentos já acabou! Pelo menos, é o que se espera!”, finalizou o Galo.