Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após comentários homofóbicos, Casagrande chama Maurício Souza de ‘mau-caráter’: “Não me surpreendo em nada”

Casagrande afirmou que Maurício recuperou um vídeo editado por Bolsonaro para o atacar e detonou o jogador da seleção brasileira

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Reprodução/TV Globo

O comentarista Walter Casagrande, do Grupo Globo, não poupou críticas ao jogador de vôlei Maurício Souza, da seleção brasileira, pelos recentes comentários homofóbicos nas redes sociais. Durante participação no ‘Seleção SporTV’, o ídolo corintiano chamou o atleta de mau-caráter e destacou também o lado político de Maurício, apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro

“É crime, covardia e mau-caratismo. Especificamente, o Mauricio Souza. Estou falando com propriedade, porque ele foi mau-caráter comigo. O cara quando fala homofobia para alguém é homofóbico”, disparou Casagrande.

O comentarista ainda relembrou um episódio pessoal envolvendo Maurício Souza. “Em 2018, antes das eleições, desde a época em que o Bolsonaro era deputado, e fez uma homenagem ao general Ustra, torturador e assassino, eu comecei a criticá-lo. Em determinado momento, fui dar uma entrevista em uma rádio, o Bolsonaro, que também é covarde e mentiroso, fez um recorte da minha entrevista, editou uma parte que poderia mostrar para as pessoas que eu era satanista. Ele deixou só a parte em que eu falei de Lúcifer, mas também tinha falado de Jesus Cristo. Ele mostrou esse vídeo e disse: “Olha esse cara que vocês ouvem na televisão, é um satanista””.

“Passou um tempo, esse cara, Maurício Souza, uns três ou quatro meses atrás, recuperou esse vídeo e respostou nas redes sociais dele. Colocou esse vídeo editado, mentiroso e falso, que o Jair Bolsonaro editou em 2018. Ele colocou agora em 2021 nas redes sociais dele. Muitas pessoas do grupo “Esporte pela Democracia”, grupo em que eu criei, foram lá e postaram o vídeo inteiro para mostrar o contexto da história”, completou.

Após declarações homofóbicas, Minas Tênis anuncia demissão de Maurício Souza

Casão completou afirmando não se surpreender com a postura do jogador. “Eu não me surpreendo em nada, esse cara é homofóbico assumido e clássico. Se você entra em uma sala, tem seis nazistas sentados, você entra e senta, são sete nazistas. Se você defende um homofóbico, você é homofóbico. Para finalizar, parabéns para todos os atletas que se posicionaram, a Fabi, o Douglas, que se posicionou e que é um porta voz, jogador de seleção brasileira de vôlei. Então, Maurício Souza é homofóbico, preconceituoso, possivelmente racista, covarde e mau-caráter”, completou.

Maurício Souza chegou a multado e afastado pelo Minas, clube no qual tinha contrato, mas nesta quarta-feira (27) acabou tendo o vínculo rescindido.

Leia também:
Souza, ex-São Paulo, discorda de fala de Casagrande sobre Mauricio Souza: ‘Abre o olho’
Renan Dal Zotto muda o tom em relação à Maurício Souza e afirma que na “seleção não tem espaço para profissionais homofóbicos”
Declarações homofóbicas de Maurício Souza são criticadas por jogador da seleção americana: “pensei que já estávamos acima disso. Vergonha”

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes