Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dorival Júnior abre o jogo sobre saída do Flamengo

Ele revelou se foi “sacaneado” ou não pela diretoria do Flamengo ao não renovar com o clube

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Gilvan de Souza/Flamengo

Ex-técnico do Flamengo, Dorival Junior abriu o jogo sobre sua saída do clube após o Brasileirão de 2018, quando não renovou mesmo com o bom desempenho da equipe nas últimas rodadas. A diretoria contratou Abel Braga para a temporada seguinte.

Em entrevista ao podcast Flow Sport Club, Dorival negou que tenha sido “sacaneado” pela diretoria do Flamengo e disse que sabia que eram apenas três meses no comando técnico.

“Isso estava combinado. Haveriam novas eleições no final do ano. Não fui (sacaneado). Fui sabendo da situação, conhecendo e tendo alguma possibilidade de poder permanecer, desde que se mantivesse a diretoria. Conversei com o Marcos Braz duas vezes, mas não houve a possibilidade.”

Pelo Flamengo em 2018, Dorival Junior esteve no comando em apenas 12 partidas com sete vitórias conquistadas. Naquele ano o Palmeiras foi campeão brasileiro, mas o Flamengo conseguiu o vice-campeonato após arrancada logo com a chegada de Dorival. O Rubro-Negro terminou o ano com 72 pontos. Ele ainda teve uma passagem sem grande sucesso pelo clube em 2012, quando também saiu após poucos meses de trabalho.

Leia também:

Mercado da Bola: 10 jogadores ex-Grêmio que podem reforçar seu time em 2022

Mercado da Bola: 10 jogadores ex-Corinthians que podem reforçar seu time em 2022

Mercado da Bola: 10 jogadores ex-Palmeiras que podem reforçar seu time em 2022

Mercado da Bola: 10 jogadores ex-Flamengo que podem reforçar seu time em 2022

Mercado da Bola: 10 jogadores ex-Atlético-MG que podem reforçar seu time em 2022