Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Grêmio 2017 ou Palmeiras 2020? Qual campeão da Libertadores apresentou os melhores números

Técnicos se encontram em mais uma final

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Reprodução/Torcedores

No próximo sábado (27), Flamengo e Palmeiras se reencontram em Montevidéu para decidir o campeão da Copa Libertadores 2021. A grande decisão, já vem sendo repercutida e debatida de diversos modos.

Apesar dos treinadores adversários terem formas de trabalho um tanto quanto diferente, quando falamos de conquistas, ambos se assemelham. Afinal, Renato Gaúcho conquistou uma Copa do Brasil e Libertadores pelo Grêmio. Enquanto isso, Abel Ferreira, mais recentemente também levantou as duas taças.

Os dois treinadores que disputaram a final da Copa do Brasil no ano anterior, agora se enfrentam em mais uma decisão. Portanto, o Torcedores.com compara as duas campanhas vitórias na conquista da Copa Libertadores de 2017 e 2020, respectivamente.

Trajetória gremista

Primeiramente, o Grêmio de 2017, chegava após uma conquista da Copa do Brasil que credenciou uma vaga para a competição. Aquele time contava com um elenco abundante, contudo, cheio de peças que alguns julgavam como não mais utilizáveis. Podemos citar casos de Bruno Cortez e Léo Moura.

No entanto, os jogadores na mão de Renato foram potencializados. A equipe terminou não só na primeira colocação, mas também como a melhor campanha da fase de grupos. Em seguida, eliminou o Godoy Cruz, Botafogo do treinador Jair Ventura, Barcelona de Guayaquil e bateu o Lanús, na decisão.

Trajetória palmeirense

Do lado alviverde, um roteiro completamente diferente. O calendário estava afetado pela pandemia, com a competição encerrando apenas em 2021. Mesmo com o título paulista, o Palestra Itália não estava tão motivado com Luxemburgo no comando. Ainda assim, a equipe também terminou como a melhor campanha da fase de grupos, ao lado do Santos.

Na fase mata-mata, Abel Ferreira assume a equipe, em sua primeira experiência no futebol brasileiro. Felizmente para os palmeirenses, o comandante rapidamente colocou a equipe nos trilhos. Eliminado Delfin, Libertard e o forte River Plate, na semifinal. Já na decisão, um rival indigesto, o Santos.

Defesa

O setor defensivo do Grêmio foi o principal ponto da equipe na conquista da América. Com apenas 9 gols, o imortal encerrou sua participação com a defesa menos vazada. Muito disso, passa pelas mãos do goleiro Marcelo Grohe, dono de um “milagre” diante do Barcelona-EQU. Pedro Geromel e Walter Kannemann também desempenharam um papel fundamental.

Como já é característico do Palmeiras de Abel Ferreira que costuma fazer menções constantemente a José Mourinho, sua defesa foi impecável. Com apenas seis gols sofridos, terminou em primeiro no quesito. Weverton, Viña, Gustavo Gómez e Danilo, o quarteto obteve bastante destaque naquela edição.

Artilheiros

Para o imortal, a coletividade impactou diretamente em seu ataque. Luan com oito gols e Lucas Barrios que marcou por seis vezes, brigaram pela artilharia. A equipe de Renato Gaúcho ainda terminaria como o segundo melhor ataque da competição.

Quanto ao Palmeiras, o time sobrou nos dois lados do campo. Além do “pódio” na defesa, os paulistas também seguiram a mesma linha no ataque. Rony com oito assistências, terminou como garçom e ainda deixou a sua marca em cinco ocasiões. Sendo assim, o atacante foi a principal peça do alviverde ao longo do torneio.

Decisão

Em 2017, a final da Libertadores ainda era disputada em dois jogos. O Grêmio venceu tanto em solo brasileiro, como na Argentina. As principais atuações ficaram por conta de Marcelo Grohe, Arthur, Cícero, Fernandinho e Luan, o último eleito como ‘MVP’ da edição.

Já na final entre os rivais paulistas, Palmeiras e Santos jogaram uma partida única, no Maracanã. Uma partida apertada, acabou decidida em uma bola aerea que Breno Lopes, o herói improvável, abriu o placar, sendo esse, o único gol da partida.

Grêmio 2017 x Palmeiras 2020

Jogos: 14×13

Vitórias: 10×10

Empates: 2×2

Derrotas: 2×1

Gols pró: 25×33

Gols sofridos: 9×6

Finalizações por jogo: 12.7×10.8

Jogos sem sofrer gols: 6×8

Sábado, às 15h30, tem Palmeiras x Flamengo no SBT, é a grande Final da Libertadores 2021. Acompanhe pela tv ou www.sbt.com.br/aovivo #GrandeFinalnoSBT

LEIA TAMBÉM

Abel Ferreira x Renato Gaúcho: duelo expõe duas ideias diferentes de jogo

Mercado da Bola: sete destaques da Libertadores 2021 que cabem no seu time

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato