Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Hamilton deixa Verstappen para trás e vence GP de São Paulo na F1

Hamilton conseguiu uma vitória espetacular e levantou o público em Interlagos com uma grande ultrapassagem diante de Verstappen na volta 61

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Formula 1

Depois de largar em décimo lugar, Lewis Hamilton conseguiu neste domingo (14) uma vitória histórica no Grande Prêmio de São Paulo.

O piloto da Mercedes conseguiu quatro posições na largada e foi passando diversos adversários até chegar na vice-liderança e disputar com Verstappen até o fim.

Mas foi apenas na volta 61 que o piloto da Mercedes conseguiu a ultrapassagem para assumir a liderança e receber a bandeirada final de Rebecca Andrade, medalhista de ouro e prata nos Jogos Olímpicos e campeã mundial de ginástica.

A sequência do Mundial de Fórmula 1 será no próximo final de semana, com a penúltima etapa no Grande Prêmio do Catar.

Resumo da corrida

A largada foi espetacular para a Red Bull. Max Verstappen ultrapassou Valtteri Bottas por dentro e conseguiu assumir a liderança na curva 1.

Logo na sequência, na curva 4, Bottas espalhou junto de outros carros e Sérgio Pérez conseguiu se aproveitar para assumir a segunda colocação.

As duas Ferraris, Leclerc e Sainz, ficaram lado a lado e disputaram a quarta posição ainda na primeira volta, mas a situação ficou melhor para Leclerc, que recuperou a posição após ter sido ultrapassado pelo espanhol na curva 1.

Largando em décimo lugar, Lewis Hamilton ultrapassou quatro pilotos na volta inicial. Nas voltas 2 e 3, deixou para atrás Vettel e Sainz para trás e assumiu a P5 antes do DRS ser liberado.

Quem se deu mal da largada foi Lando Norris que tentou ganhar posição de Sainz na largada e acabou tocando no piloto da McLaren que teve pneu furado e caiu para último. Tsunoda foi para cima de Stroll na P18 e também houve o toque.

Na volta 5, Hamilton ultrapassou Leclerc e deixou a dupla da Ferrari para trás. Bottas liberou a passagem e o britânico assumiu a P3, andando em média 0.4seg abaixo da Red Bull.

A corrida ganhou mais emoção na volta 6 pois o Safety Car foi acionado devido à partes do carro de Tsunoda na curva 1. No rádio, Hamilton agradeceu Bottas pela ultrapassagem e disse para o companheiro de equipe lutar para se manter na P4.

O Safety Car deixou a pista na volta 10 e Verstappen segurou a largada até o limite para evitar risco de ultrapassagem. No entanto, Hamilton conseguiu se aproximar de Pérez e Bottas suportou a pressão de Leclerc que colocou lado a lado na curva 4.

Na volta 11, Mick Schumacher teve  problemas no S do Senna pois saiu de traseira e acabou tocando com Kimi Raikkonen. Pedaços da corrida foram soltos na pista e o Safety Car Virtual foi acionado.

O VSC saiu na volta 15 e Hamilton seguiu na missão de ultrapassar Sérgio Pérez, enquanto Tsunoda foi punido com +10seg devido à colisão com Raikkonen. No rádio, Pérez pediu para Verstappen ficar um pouco mais lento para permitir que ele conseguisse usar o DRS contra Hamilton.

Um dos grandes momentos da corrida ocorreu na volta 18. Na reta principal, Hamiton passou Pérez por fora o S do Senna, mas o mexicano devolveu a ultrapassagem na curva 4 por fora e levantou o público em Interlagos.

Hamilton conseguiu repetir a ultrapassagem na volta 19, mas o mexicano não conseguiu o mesmo feito e o piloto da Mercedes se estabeleceu na P2, tendo que tirar uma desvantagem de 3.8seg atrás de Verstappen. Também na reta principal, Ricciardo deixou Vettel para trás na volta 20.

Na volta 25, Verstappen e Hamilton utilizaram seus rádios para reclamar dos pneus, mas até aquele momento, apenas Stroll havia feito pit stop para utilizar pneus duros e tentar seguir até o fim.

Uma volta depois, o piloto da Mercedes parou com 2.4 e voltou na P6. Depois de Sainz, foi a vez de Verstappen parar com o mesmo tempo de Hamilton, mas o piloto da Mercedes se aproveitou de Ricciardo à frente e utilizou o DRS na reta oposta para reduzir a desvantagem contra o piloto da Red Bull.

Na volta 30, o Safety Car Virtual foi acionado novamente devido à saída de assoalho do carro de Lance Stroll na P15. Bottas teve sorte pois conseguiu aproveitar o momento e fazer seu pit stop. O VSC durou pouco e na volta 31 a corrida foi retomada.

Pela primeira vez na corrida, Hamilton conseguiu em um breve momento ficar 1seg abaixo de Verstappen na volta 33, mas o piloto da Red Bull deu a resposta e conseguiu a volta mais rápida, fechando 0.292 abaixo do britânico. Enquanto isso, Alonso seguia na pista, na P6, o piloto que mais demorou para fazer o pit stop, que ocorreu na volta 35 e voltou na P14.

Na volta 40, outro grande momento no GP de São Paulo. Na reta principal, Vettel colocou de lado, Alonso tentou pegar carona e, no fim, Tsunoda foi ultrapassado por ambos e caiu para a P12. Na volta 41, Alonso retomou a P10 de Vettel por fora na reta principal.

Verstappen foi chamado para a segunda parada (2.7) com jogo de pneus duros na volta de 41, antecipando o pit stop para não tomar undercut. Bottas parou na volta seguinte (2.4), Pérez parou na volta 23 (2.8) e Hamilton seguiu na pista até a volta 44 (2.6). Verstappen conseguiu assumir a liderança com 2.6seg de vantagem.

No rádio, os pilotos da Mercedes questionaram a estratégia da equipe e Bottas cravou: “acho que jogamos fora uma dobradinha que era fácil”. Porém, Hamilton conseguiu colocar a desvantagem na faixa de 1.2seg na volta 46. Só que a diferença foi caindo consideravelmente até o clímax.

Hamilton começou a abrir o DRS na volta 47 e o piloto da Mercedes ficou lado a lado com Verstapppen na reta oposta. Ambos saíram da pista, mas o piloto da Red Bull conseguiu recuperar a liderança.

Desde essa disputa, Verstappen e Hamilton monopolizaram as atenções com o duelo pela vitória pois o piloto da Mercedes conseguia virar abaixo de 1seg de desvantagem em algumas voltas e ativava o DRS para chegar mais perto e ameaçar o piloto da Red Bull.

Na volta 58, outro momento de clímax. Hamilton chegou a ficar com 0.3seg abaixo na reta oposta mas optou por tentar uma pressão maior na volta seguinte, enquanto Ricciardo e Stroll deixaram a pista devido à problemas no motor.

Porém, a ultrapassagem na reta oposta foi inevitável na volta 61. Hamilton  conseguiu muito próximo e colocou de lado para deixar Verstappen para trás e levar à loucura o público nas arquibancadas de Interlagos, assumindo a liderança do GP do Brasil.

Depois de enfim assumir a liderança, Hamilton ficou virando em média 0.4seg mais rápido do que o piloto da Red Bull, administrando a vantagem até o fim para assegurar a vitória e diminuir a desvantagem para o rival na briga pelo título da Fórmula 1.

Sergio Pérez colocou pneus rápidos (faixa vermelha) na última volta e tomou do piloto da Mercedes o ponto de volta mais rápida com 1:10.110.

Hamilton vence GP do Brasil: Classificação final

POSEQUIPETEMPOVOLTASPITSVOLTA MAIS RÁPIDA
1Mercedes1:32:22.851712
2Red Bull+10.496712
3Mercedes+13.576712
4Red Bull+39.9407121:11.010
5Ferrari+49.517712
6Ferrari+51.820712
7AlphaTauri+1 Lap702
8Alpine+1 Lap702
9Alpine+1 Lap702
10McLaren+1 Lap702
11Aston Martin+1 Lap702
12Alfa Romeo+1 Lap702
13Williams+1 Lap702
14Alfa Romeo+1 Lap702
15AlphaTauri+1 Lap702
16Williams+1 Lap702
17Haas+2 Laps692
18Haas+2 Laps692
RetMcLaren+22 Laps491
RetAston Martin+24 Laps471

 

LEIA TAMBÉM

Croácia vence Rússia com gol contra e garante vaga para Copa do Mundo

Fiorentina tem interesse e pode fazer proposta por lateral do Flamengo

Fórmula 1: veja a lista de pilotos e construtores que já venceram no Brasil

Presidente da CBF promete reformas drásticas e imediatas na arbitragem

Flamengo tem posição definida e Renato não deve ficar no Flamengo para 2022

Representante de Jorge Jesus se posiciona sobre futuro no Benfica e possível retorno ao Flamengo

CBF estuda importante mudança de formato da Copa do Brasil a partir de 2023

Libertadores 2021: Flamengo e Palmeiras disputam premiação astronômica; veja valores

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato