Torcedores – Notícias Esportivas

Vice-presidente de mais uma equipe do Brasileirão Série A projeta transferência para clube-empresa: “É o único caminho”

Alguns clubes do futebol brasileiro estão se aderindo ao formato de clube-empresa

Rubens Melo
Jornalista Esportivo colaborador do Torcedores.com. Paraibano, 26 anos. Apreciador de futebol - seja ele bem ou mal jogado, jogos eletrônicos e vários outros esportes.

Crédito: Divulgação/Coritiba

O formato de clube-empresa está agradando diversos clubes do futebol brasileiro. Desta vez, o Coritiba pode aderir à modalidade, segundo a rádio BandaB.

Glenn Stenger, vice-presidente do Coritiba, declarou ao “BandaB” que no próximo dia 23 deste mês, uma assembléia extraordinária reunindo os sócios do clube será realizada no intuito de definir se o Coxa vai ou não aderir ao (SAF Sociedade Anônima do Futebol) para tornar-se o clube-empresa. O mandatário disse ainda que essa transformação é de suma importância para que o trabalho no clube possa continuar:

“Todo administrador tem que ter um plano A, B e C. No caso da SAF, não temos. A lei não foi feita para o Coritiba, somos mais um que pode ser beneficiado. Se por acaso o Coritiba não adentrar nesse processo, dificilmente conseguiremos fazer as coisas transitarem da forma que pensamos, principalmente da dívida. É muito difícil” – Disse Gleen Stenger.

O vice-presidente do Coxa também falou sobre a disparidade financeira com outros clubes do Brasileirão Série A, como Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras:

“Não há como competir, em iguais condições, com algumas equipes que andaram à frente do Coritiba nos últimos anos. Todos têm um aspecto em comum: uma saúde financeira diferenciada. Porém, só isso é garantia de sucesso. Os clubes que hoje estão estruturados eles têm condições de competir” – Completou.

O Coritiba retornou para a primeira divisão do futebol brasileiro após o vice-campeonato no Brasileirão Série B 2021.

VEJA TAMBÉM:

Mercado da Bola: Danilo Avelar, do Corinthians, recebe sondagens de Cruzeiro e Coritiba

América-MG fica perto de acordo com investidor e deve iniciar 2022 como clube-empresa

Mercado da bola: Time paulista surpreende e encaminha contratação de Rafael Marques, ex-Palmeiras

Mercado da Bola: Atlético de Madrid se interessa por zagueiro brasileiro

Mercado da Bola: Xavi fica irritado com jogador do Barcelona e pede sua venda na janela de transferências em janeiro

Mercado da Bola: Botafogo deve receber um valor milionário pela venda de Benevenuto pelo Fortaleza

4 times brasileiros que podem virar ‘clube empresa’ em breve

Clube-empresa? Dirigente nega que clube da Série A vá passar por transformação