Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Fórmula 1: Pista estreita e muros; o desafiador circuito de Jeddah preocupa os pilotos

Novo GP da Arábia Saudita promete emoções, mas precisa de cuidados extras com a segurança

Gabriel Rezende
Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito: Divulgação - @F1

A Fórmula 1, chega ao seu penúltimo GP da temporada. Assim, em Jeddah, na Arábia Saudita, Verstappen e Hamilton, seguem em uma das melhores brigas dos últimos anos na categoria. Apesar disso, os pilotos demonstram preocupações com a pista que faz a sua estreia na F1, especialmente por questões de segurança.

Os pilotos da Ferrari , Carlos Sainz e Charles Leclerc, se disseram surpresos em como a pista é estreita. “A única coisa que os pilotos têm dito é que, se houver um acidente logo na sua frente, você não tem tempo para reagir. Assim, com os muros na nossa frente, a gente não consegue ver através de muros”, disse o piloto espanhol sobre a pista da Arábia Saudita. Além disso, ele pediu que a FIA esteja alerta com todas as questões de segurança, e que as bandeiras amarelas seja rápidas.

Dessa forma, o circuito de Jeddah será um desafio novo e gigante para os pilotos. A pista, dita por todos, é estreita, além disso, não há muitas áreas de escape, e existem diversas curvas cegas ao longo do traçado. Assim, a velocidade média em uma volta é de 250 km/h, perdendo apenas para Monza.

Além de Carlos Sainz, o próximo piloto da Mercedes, George Russell, declarou que a curva mais perigosa, é a 22. De acordo com o britânico, é uma curva de alta velocidade, com uma forte mudança de direção. Dessa forma, o medo de Russell, e de outros pilotos, é haver um toque no muro e o carro ser jogado para o meio da pista.

Briga pelo título mundial: O que pode mudar em Jeddah?

A pista da Arábia Saudita ainda é uma incógnita. Mas, pelo traçado e pelo encaixe aerodinâmico para fazer uma boa volta no circuito, o carro da Mercedes tem o melhor acerto para Jeddah. Apesar disso, Lewis Hamilton declarou que é impossível definir um favorito: “Não dá para saber qual o nível de aderência vamos ter, nas outras pistas temos os dados perfeitos no simulador, mas para esta eram só estimativas”, disse o britânico.

Vale ressaltar, que a pista de Jeddah é uma nova. Por isso, além de ser uma novidade para todos os pilotos, o asfalto pode ser um fator. O piso é novo, e por conta disso, o asfalto pode soltar óleo, deixando os carros mais escorregadios. Assim, esse fator interfere na aderência e desgaste dos pneus.

Para a corrida da Arábia Saudita, Verstappen lidera o mundial com 351.5 pontos, oito a mais que Hamilton, com 343.5. Por fim, caso o britânico vença, e faça a melhor volta da corrida, os dois pilotos chegariam empatados para a última corrida da temporada. Mas, o holandês também pode sair campeão de Jeddah, caso ele marque 18 pontos a mais que Hamilton.

Na reta final do Brasileirão, quais times ainda podem conseguir vaga na Libertadores 2022? 

Reforços de peso? Palmeiras define prioridades para a próxima temporada

Amigo de Vidal, Valdivia revela quando chileno deve jogar no Flamengo

Corinthians toma atitude para contratar um novo centroavante

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato