Home Extracampo Auxiliares brasileiros são suspensos por 4 meses por motivo bizarro

Auxiliares brasileiros são suspensos por 4 meses por motivo bizarro

Os dois auxiliares foram suspensos pela Conmebol e ficarão quatro meses impedidos de trabalhar em jogos organizados pela entidade

Roni Molinari
Apaixonado por futebol, pai do Oliver e atleta amador nas horas vagas, não necessariamente nesta ordem.

Reprodução

PUBLICIDADE

Dois auxiliares brasileiros receberam uma forte suspensão da Conmebol por um motivo bizarro. Os dois profissionais, Fabrício Vilarinho e Rodrigo Corrêa, estavam atuando com Anderson Daronco na partida das Eliminatórias entre Chile e Argentina.

O episódio que rendeu a suspensão foi inusitado. A dupla esqueceu as bandeirinhas no hotel que estavam hospedados no Chile e, durante a partida, improvisou as bandeiras com coletes amarelos pendurados nas hastes, o que não caiu bem na Conmebol. A entidade enviou um documento aos árbitros comunicando a sua decisão e falando sobre o motivo da suspensão de quatro meses que os dois irão sofrer.

“Os árbitros assistentes Sres. Fabrício Vilarinho e Rodrigo Corrêa, designados para a partida citada, não cumpriram as funções determinadas ao não levarem os implementos básicos para completar suas bandeiras, colocando em risco o desenrolar da partida”, diz o documento.

PUBLICIDADE

Auxiliares foram bem em Chile x Argentina

Apesar da improvisação, os auxiliares brasileiros fizeram boa atuação na partida das Eliminatórias, no entanto, o erro acabou tirando os profissionais das competições da Conmebol até o final de maio.

LEIA TAMBÉM

Alvo do Atlético-MG, Edenilson encaminha renovação com o Internacional

Falcão Garcia no Corinthians? Agente bate martelo sobre futuro do atacante

Benfica define valor para negociar Everton Cebolinha, alvo do Flamengo

PUBLICIDADE

Marinho faz primeiro treino no Flamengo e já marca gol; assista

Mercado da bola: Jogador equatoriano entra no radar do Flamengo

Mercado da bola: Os valores da proposta do Ajax por Giovani, do Palmeiras

Em despedida do Flamengo, Michael deixa mensagem enigmática para comissão técnica

PUBLICIDADE

Vem pro Flamengo? Ezequiel Barco fecha com novo clube por cifra milionária