Home Futebol Ferreira nega pressão extra e quer dar fim à “maldição” da camisa 10 do Grêmio; relembre os últimos que vestiram

Ferreira nega pressão extra e quer dar fim à “maldição” da camisa 10 do Grêmio; relembre os últimos que vestiram

Atacante Ferreira foi recompensado com renovação contratual, aumento de salário e camisa 10

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.
Ferreira Grêmio

Ferreira Grêmio

PUBLICIDADE

Sem mais a presença de Douglas Costa, que ficou caro para o Grêmio e assim teve a rescisão contratual confirmada, o próprio clube decidiu passar a camisa 10 para o atacante Ferreira. O jogador vem de uma renovação de contrato, com aumento de salário e de multa rescisória, negando que o novo número às costas vá ampliar a pressão.

“Pressão é vestir a camisa do Grêmio, o número é só detalhe. Acho que toda criança sonha jogar com a 10. É meu sonho também. Pelé usou… então estou honrado sim”, disse em coletiva na semana passada.

Presente nesta coletiva que simbolizou a renovação, o diretor de futebol Sergio Vazques falou da camisa 10 ir para Ferreira:

PUBLICIDADE

“A multa pode ser de 1 bilhão, mas a grande garantia é a vontade do jogador de ficar no clube. O Ferreira quis ficar, o torcedor tem que saber: ele optou por ficar no Grêmio. ‘Pô, vai querer jogar a B?’ Ele quis. Ele é o nosso verdadeiro camisa 10, o camisa 10 que nós queríamos”, destacou.

Ferreira quer encerrar a “maldição” da camisa 10 do Grêmio

Já faz algum tempo que o Grêmio não consegue firmar um camisa 10 no time e o número, nos últimos anos, passou sem sucesso por vários donos. O último a empolgar com a tradicional numeração foi Douglas, campeão da Copa do Brasil de 2016.

Gastón Fernández, ídolo do Estudiantes-ARG, teve a chance de usar ainda em 2017, após a lesão do “Maestro”, mas não achou seu espaço no time e deixou Porto Alegre pouco depois da chegada. Felipe Vizeu, também prejudicado pelas lesões, não se destacou com ela em 2019 – antes, Cícero também usou em 2018.

Em 2020, a camisa 10 do Grêmio rodou com Thiago Neves, Robinho e Jean Pyerre. E o trio, hoje em dia, não deixa muita saudade para a torcida. O número seguia com Jean Pyerre até 2021, mas o meia topou entregá-la a Douglas Costa após um contato por mensagens.

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM

Jogador do Atlético-MG recebe sondagens e empresário se posiciona

Flamengo prepara oferta astronômica por Everton Cebolinha; veja valores

Fórmula 1: Lewis Hamilton pode bater novo recorde em 2022

Venda de Michael, do Flamengo, renderá valores para cinco clubes do Brasil

Sobis se defende após polêmica, nega “entregada” e manda recado a Casagrande: “Olha pro teu teto de vidro”

Jornal aponta disputa entre cinco clubes por Endrick, do Palmeiras

Vítima de Robinho volta a desabafar e pede prisão do atacante por estupro

Brasileirão Série A: jornalista erra ao citar nome de técnico; assista