Torcedores – Notícias Esportivas

Sobis se defende após polêmica, nega “entregada” e manda recado a Casagrande: “Olha pro teu teto de vidro”

Atacante Rafael Sobis voltou a falar de Inter 1×0 Cruzeiro de 2016 em entrevista neste domingo

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Site Inter

Após causar polêmica em entrevista ao jornalista Duda Garbi por revelar ter “tirado o pé” contra o Inter, em 2016, jogando pelo Cruzeiro, o ex-atacante Rafael Sobis deu novas declarações ao mesmo comunicador em live neste domingo e se explicou sobre o tema, negando ter “entregado” o jogo e rebatendo as críticas feitas pelo narrador Milton Leite e pelo comentarista Walter Casagrande.

Sobis, que já disse amar o Cruzeiro, ainda lembrou que chegou durante aquela temporada e que neste momento o time mineiro estava no Z4. Naquela partida, a Raposa apenas cumpria tabela, enquanto o Inter seria rebaixado se perdesse – o rebaixamento veio na rodada seguinte.

“Tem narrador que quando o time joga eles narram o gol diferente. Ficam insinuando pênalti, ficam forçando os comentaristas a concordar. Se eu falar de coisas de bastidores dessas pessoas que falaram de mim, meu Deus do céu. Mas está tudo certo, eu estou bem”, disse Sobis neste domingo, para depois acrescentar:

“Eu não joguei pra trás, não fiz isso. Foi uma bola no escanteio. Os caras querem até me prender. São uns babacas. Eu recebi várias ameaças na semana desse jogo, além de pessoas do Inter pedindo por favor. O Cruzeiro esse ano estava na zona do rebaixamento quando chegou eu e o Ábila. Não fomos heróis, mas ajudamos o time a chegar nessas rodadas finais mais tranquilo. Foi um escanteio, gente. Não entreguei o jogo, não fiz gol contra”.

Já na parte final da live com Duda Garbi no Instagram, Sobis se mostrou bem incomodado com Milton Leite e Casagrande:

“Não admito o Casagrande falar que eu fui injusto, que eu fui errado. Vamos se respeitar, né? Olha pro teu teto de vidro. Pro Milton Leite também, que zoa jogador, que fala mal de pessoas e vaza no microfone. E eu nunca falei nada deles. Respeitem os outros, até porque vocês trabalham com informação. Não queiram politizar tudo e dividir o Brasil mais ainda. Não quero mais ter contato com esses caras”, encerrou.

Milton Leite e Casagrande falaram o seguinte sobre Sobis:

Milton Leite: “Eu fico estarrecido com algumas coisas no futebol até hoje. E também com a relação das pessoas com a vida. Você vê os dois gargalhando, com umas taças de vinho na cabeça e achando aquilo muito engraçado. A questão vai além do Internacional brigar ou não para cair. Havia outros clubes brigando. Você pode não ter atrapalhado o Inter, mas atrapalhou outros times. Sobis não precisava disso, não precisava ser réu confesso. Só de ter feito já é de uma indignidade. Falta de ética sem precedentes. Mas relevar às gargalhadas… além de tudo, de ser indigno na partida, ele mancha a sua carreira revelando isso. Lamentável”.

Casagrande: “Fiquei chocado pela decisão de não agredir a defesa do Internacional no jogo contra Cruzeiro de 2016 ter partido da sua cabeça. E o pior, ter executado isso. E contar essa história agora, depois de ter encerrado a carreira como jogador de futebol, como se fosse piada, me pareceu deboche. Para mim foi um comportamento inaceitável de um profissional até então muito respeitado por todos os clubes, que passou inclusive dando entrevistas ótimas no “Bem, Amigos” e sendo elogiado por todos presentes no programa”.

LEIA TAMBÉM

Sem Douglas Costa, saiba como deve ficar a primeira escalação titular de Vagner Mancini no Grêmio de 2022

Apoiado pelo grupo de jogadores, Douglas Costa deixou concentração furioso ao saber da rescisão com o Grêmio

São Paulo tentou contratar jogador do Olympique de Marselha após negociações fracassadas com Soteldo e Douglas Costa

Cavani na Série A, ‘barca’ de dispensas no São Paulo, futuro de Douglas Costa, Flamengo sofre penhora: as últimas do futebol

Pelé está com câncer generalizado? Veja o que se sabe e a repercussão pelo mundo

Rival do Palmeiras, São Paulo perdeu Endrick após oferecer apenas R$ 150 de ajuda de custo

Flamengo sofre penhora da Justiça por dívida de quase R$ 127 milhões

Brasileirão desbanca ligas europeias e fica com o prêmio de campeonato mais forte do mundo em 2021