Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Hamilton levou um ‘grande golpe’ na Fórmula 1, diz Alain Prost

Tetracampeão da F1 falou sobre sentimento de Lewis Hamilton após perder o título mundial para Max Verstappen em 2021

Álvaro Logullo Neto
24 anos, formado em Jornalismo pela Universidade de São Paulo e, desde 2021, redator de esportes no Torcedores.com. Por aqui, um pouco de tudo: tênis, basquete, NFL, Fórmula 1, esportes olímpicos e Fiorentina... digo, futebol!

Crédito: TAG Heuer

Lewis Hamilton ficou a apenas uma volta de conquistar o oitavo título mundial de Fórmula 1 e, dessa forma, se isolar como maior campeão da história da categoria. No entanto, a derrota para Max Verstappen nos últimos quilômetros do circuito de Abu Dhabi acabou por destruir — ou, de repente, postergar — este sonho do piloto da Mercedes.

Desde a derrota, que teve traços bem polêmicos, Hamilton praticamente não se pronunciou mais, Uma rápida entrevista após a corrida, um cumprimento em Verstappen e depois… silêncio total.

Sem quaisquer entrevistas ou postagens nas redes sociais, o piloto de 37 anos ainda não revelou se vai voltar a competir na temporada de 2022. E Alain Prost, francês tetracampeão da F1, diz simpatizar com o que o britânico pode estar sentindo.

“É difícil se colocar no lugar dele. Ele certamente tem muitas razões para querer parar quanto para continuar. Ele levou um grande golpe na cabeça, mas seria realmente triste se não estivesse aqui nesta temporada”, disse Prost ao Le Journal du Dimanche.

Hamilton volta para a F1?

A pouco menos de 70 dias para o primeiro GP da temporada, que acontece no Bahrein, Lewis Hamilton sequer confirmou se continuará a correr na F1. Alain Prost, contudo, deseja que o multicampão volte para a disputa, apesar do ‘trauma’ sofrido no fim do mundial de 2021.

Hamilton aguarda ‘solução’ da FIA para traçar futuro na Fórmula 1; entenda

“Eu quero manter o otimismo porque há o oitavo campeonato em disputa e o novo regulamento. Talvez tenham três equipes no topo e quatro ou cinco pilotos visando o título. É um desafio que Hamilton talvez queira encarar”, explica o francês de 66 anos.

Vale lembrar que Prost venceu quatro títulos na F1, mas o último deles veio após um ‘ano sabático’. O piloto parou de correr após a temporada de 1991, vencida pelo rival Ayrton Senna.

Ou seja, Prost também lidou com a desilusão de perder um campeonato. Entretanto, retornou em 1993 e, com a Williams, conquistou seu último título mundial. Depois disso, aliás, encerrou a carreira de vez.

LEIA MAIS:

Fórmula 1: Hamilton aguarda ‘solução’ da FIA para traçar futuro; entenda

Fórmula 1: Entenda a ‘dor de cabeça’ da Red Bull com o novo combustível

Fórmula 1 escolhe as 5 melhores corridas de 2021; veja ranking

Fórmula 1: Horner revela ‘habilidades raras’ em Verstappen e Hamilton

Mercado da Bola: Flamengo pode fechar a saída de mais um jogador para 2022

Atlético-MG recebe proposta da Itália por Nathan Silva; veja os detalhes

Richarlyson, ex-São Paulo, é anunciado como novo comentarista da Globo

Santos recusou Endrick? Garoto foi oferecido, mas o Santos diz que não tinha como concorrer com a proposta do Palmeiras