Home Futebol Série B: em jogo morno Ituano e Náutico empatam sem gols

Série B: em jogo morno Ituano e Náutico empatam sem gols

Mas a partida teve um pênalti e até bola salvada em cima da linha

Anderson Carlos Meira Rodrigues
Colaborador do Torcedores

Ituano x Náutico

No Estádio Novelli Júnior, em Itu, Ituano e Náutico se enfrentaram na noite desta quinta feira (26). O jogo teve algumas oportunidades e alternativas. Mas o que reinou foi um fraco futebol ofensivo de ambas as equipes. Além de uma grande preocupação de marcação e de pouca criatividade das equipes. Ainda assim, o jogo teve pênalti perdido e bola tirada em cima da linha no final do jogo.

PUBLICIDADE

Preâmbulo do jogo

O Náutico entrou em campo com um meio de campo reforçado na marcação. Ralph, Franco e Rhaldney pretendiam dar segurança ao meio de campo. Já no ataque a grande esperança era de Léo Passos revivesse dias de goleado. Já o Ituano, treinado por Mazola Júnior, entrou confiando nas boas jogadas do camisa 10 Magrão. Assim, como o Náutico, o time do Itu escalou um meio de campo marcador.

Primeiro tempo

O jogo começou equilibrado. A grande marcação do meio de campo impedia que jogadas de perigo existissem. Assim, as estratégias de dominar o meio de campo de ambas as equipes deixou o jogo pouco atrativo nos primeiros minutos. Com isso, o que se viu, foram muitos cruzamentos, enfiadas e bloqueios das defesas. Visivelmente para que ocorresse um lance de perigo teria que haver uma jogada individual ou de troca de passes. Isso ocorreu aos 14 minutos em uma bonita troca de passes que gerou uma bola na área do Ituano, Richard Franco, colocou a cabeça na bola e o gol não aconteceu por causa de uma grande defesa do goleiro Pegorali. No mais, o jogo continuava morno. Um lampejo de emoção ocorreu quando o Ituano teve um gol corretamente anulado no minuto 22.

PUBLICIDADE

As lesões marcaram o primeiro tempo. O náutico perdeu Luís Phelipe (Pedro Vitor entrou em seu lugar), já o Ituano perdeu Rafael Pereira (Bernardo o substituiu).

Quando o primeiro tempo parecia que iria acabar gerando sono no telespectador, aos 46 minutos, o zagueiro Bispo do Náutico chega atrasado no lance e atinge Rafael Elias dentro da área. Penal para o Ituano. O próprio Rafael Elias cobra, mas Lucas Perri, atento a cobrança salvou. A bola foi batida quase no meio do gol. Sim, o primeiro tempo terminou em um fraco primeiro tempo.

Segundo tempo

No retorno do segundo tempo nenhuma das equipes mexeram. Talvez, por isso, que a primeira metade do segundo tempo foi exatamente igual ao primeiro: poucas chances e muita marcação. Mesmo assim, logo aos dois minutos, Jean Carlos, cruza uma bola da esquerda para a direita na área do Ituano, Richard Franco, cabeceia quase na pequena área e por muito pouco a bola não entrou. Todavia, outra jogada de perigo só ocorreu aos 20 minutos com o chute de fora da área de Jean Carlos. O primeiro lance de perigo do Ituano no segundo tempo foi aos 25 minutos com o chute de Lucas Siqueira defendido por Lucas Perri.

As substituições no segundo tempo apenas renovaram o esquema tático das duas equipes e não resultaram em jogadas ofensivas.

PUBLICIDADE

Nesse sentido, o jogo continuou morno. Contudo os últimos esforços para tentar fazer gols foram: aos 37 minutos quando Gabriel Barros vê a bola chegar até ele dentro da área e sem marcação, depois da defesa do Náutico ter cortado de forma errada a bola, mas o jogador do Ituano chuta longe do gol; Com Victor Ferraz aos 39 bate da entrada de área e Pegorali pega; aos 46 minutos com a cabeçada de Camutanga, no entanto, Pacheco salva o empate do Ituano tirando em cima da linha.

Como ficam Ituano e Náutico na tabela da série B

Com o empate em casa o Ituano está com 10 pontos na 13° posição, mas com grande risco de estar mais próxima da zona de rebaixamento no final do complemento da rodada. Já o Náutico continua na sua série sem vitórias, ocupando a 15° colocação e com chances muito claras de terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Resumo da partida

Placar: Ituano 0x0 Náutico

Local: Estádio Novelli Júnior, Itu-SP

PUBLICIDADE

Escalações

  • Náutico – Lucas Perri, Victor Ferraz, Bruno Bispo, Camutanga e Ailton; Ralph (Djavan), Richard Franco (Nascimento), Rhaldney (Robinho) e Jean Carlos; Luís Phelipe (Pedro Vítor) e Léo Passos (Amarildo).
  • Ituano – Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Rafael Pereira (Bernardo Schappo) e Roberto; Jiménez (Lucas Nathan), Kaio, Lucas Siqueira e Gerson Magrão; João Victor (Gabriel Barros) e Rafael Elias.

Público pagante de 1.245 torcedores para uma renda de R$ 17.040,oo

PUBLICIDADE