Torcedores – Notícias Esportivas

Botafogo: John Textor atualiza negociação por Zahavi e avisa: “A invasão ao CT foi ruim para a contratação de jogadores”

Jonh Textor explicou que Zahavi ainda não está fechado com o Botafogo, e admitiu que segurança “com certeza” é um dos problemas da negociação

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

O Botafogo mantém negociações com o atacante israelense Eran Zahavi, que está livre no mercado após o fim do contrato com o PSV, da Holanda. As conversas ainda não levaram o negócio para um desfecho positivo, mas o empresário John Textor, porém, segue otimista com a possibilidade de reforçar o elenco alvinegro com o atleta de 34 anos.

Em entrevista ao ‘Lance!’, John Textor destacou que o Botafogo tem concorrência pela contratação de Zahavi, o que dificulta a negociação com o clube carioca, mas fez questão de garantir que o atacante “ama” o projeto que lhe foi apresentado e segue conversando com os dirigentes do Glorioso.

– Continuamos tendo ótimas conversas com ele, ele tem pelo menos outras duas opções. Parece que ele considera o Botafogo como uma grande opção, mas é mais uma decisão familiar a ser feita. Existem muitas preocupações deles principalmente em relação as últimas semanas. Eu sei que ele ainda ama o projeto e ainda falamos com ele – afirmou o empresário.

Segundo Textor, a invasão de torcedores organizados ao CT do clube nos últimos dias é algo que atrapalha a busca por reforços. O empresário reconhece também que a segurança é um dos problemas na negociação.

– Acho que seria errado não admitir que a invasão ao CT foi uma coisa ruim para a contratação de jogadores. Ficamos chateados por uma série de razões, mas isso causa impacto nos atletas, nas famílias… De qualquer modo, o Rio de Janeiro é um lugar maravilhoso e seguro para estar, temos que continuar vendendo as coisas positivas aos jogadores e para as famílias. Segurança com certeza é um dos problemas. Ele tem outras opções e agora é mais uma escolha familiar, não é mais o atleta. Nós gostamos dele, é um grande negócio e acho que ele também gosta do clube — disse.

– Quando falei antes que já tínhamos dois atletas estava falando sobre Marçal (que já foi oficializado pelo Botafogo) e Zahavi, mas a negociação ainda não está fechada. Eu pensava que estava em certo momento. Os outros seis são em áreas que precisamos. É cedo na janela (só abre em 18 de julho), você primeiro tenta ver a qualidade e depois vê o que está disponível mais tarde – completou John Textor.

Contratações do Botafogo na ‘era John Textor’:

O Botafogo aproveitou a chegada de John Textor como dono do clube para se reforçar na última janela de transferências, que fechou em abril. Ao todo, foram 13 contratações, com destaque para a de Patrick de Paula, contratado junto ao Palmeiras por cerca de R$ 33 milhões – o volante se tornou o jogador mais caro da história do clube. Veja a lista completa de reforços do alvinegro carioca:

​Patrick de Paula – 6 milhões de euros (R$ 33 milhões)

Victor Sá – 2,5 milhões de dólares (R$ 11,9 milhões)

Gustavo Sauer – 2 milhões de euros (R$ 10,1 milhões)

Luís Oyama – R$ 2 milhões

Tchê Tchê – R$ 5 milhões

Philipe Sampaio – 400 mil euros (R$ 2 milhões)

Renzo Saravia – sem custos de transferência

Marçal – sem custos de transferência

Lucas Piazon – Empréstimo (opção de 1,8 milhão de euros)

Lucas Fernandes – Empréstimo (opção de 4 milhões de euros)

Sebastian Joffre – Empréstimo

Victor Cuesta – Empréstimo

Niko Hamalainen – Empréstimo [já saiu do clube]